Vacinação de Thyane Dantas em Fortaleza será investigada pelo MPCE

Influenciadora de 30 anos recebeu dose do imunizante contra a Covid-19 na quinta (8), ao lado de Wesley Safadão

Thyane Dantas recebendo dose de vacina contra a Covid-19 em Fortaleza
Legenda: Thyane foi imunizada contra a Covid-19 nesta quinta (8), em um dos centros de vacinação de Fortaleza
Foto: reprodução/Instagram

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) vai abrir procedimento para investigar a vacinação de Thyane Dantas contra a Covid-19, ocorrida na quinta-feira (8). A esposa do cantor Wesley Safadão recebeu dose do imunizante na Capital, no mesmo dia, local e horário do marido, apesar de ter nascido em 1991 e a campanha do município ainda estar atendendo público geral até 1989.

Conforme informações do promotor de Justiça Eneas Romero, a intenção é averiguar a legitimidade da aplicação, ouvindo as partes envolvidas no caso.

"Como agora temos esse critério cronológico, que é a idade, fica mais fácil apontar essas questões, se foi realmente 'xepa', se foi fura fila. É um dever do Ministério Público investigar tudo isso", disse ele.

Além de Thyane Dantas, as autoridades do município também devem ser ouvidas nesse procedimento. "Mesmo que não se saiba exatamente o que aconteceu, existem meios para checar isso, como o cartão da vacina, quem fez a aplicação, quais os dados foram registrados no recebimento dessa dose", pontuou.

Local de vacinação

Além da investigação relacionada à aplicação da dose em Thyane Dantas, o Ministério Público também deve investigar o local de vacinação de Wesley Safadão. Inicialmente, conforme a lista oficial de agendamento de Fortaleza, o músico deveria ter comparecido ao Centro de Eventos do Estado do Ceará.

Legenda: Wesley e Thyane foram vacinados juntos na quinta (8)
Foto: reprodução/Instagram

No entanto, informações iniciais apontam que ele teria sido imunizado em um shopping da Capital, definido como um dos centros de vacinação da própria prefeitura. Porém, nenhuma confirmação sobre essa questão foi feita até o momento.

Em nota, o MPCE citou o detalhe. "Também será verificada suspeita de que o cantor teria se vacinado em local diferente do agendado por escolha do imunizante que queria receber", diz o órgão.

'Dose de sangria'

Ainda na quinta (8), logo após repercussão do caso nas redes sociais, a assessoria de Wesley Safadão divulgou posicionamento, explicando como teria ocorrido a vacinação da influenciadora.

Safadão recebendo dose de imunizante contra a Covid-19
Legenda: Wesley Safadão estava agendado para recebimento de dose na lista oficial da Prefeitura de Fortaleza
Foto: reprodução/Instagram

"Cada dose dá em média um número [de] aplicações, depende de qual for, e se não forem aplicadas na hora são descartadas. Por esse motivo, os profissionais estão autorizados a aplicar em quem estiver no local, mesmo que não esteja no dia certo para vacinação, para que não haja descarte do material", diz o texto.

Em resposta, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) relatou como funciona o esquema de aproveitamento total de doses em Fortaleza. 

"Nos casos pontuais de doses remanescentes em frascos, após a total finalização das atividades, as equipes de vacinadores realizam busca ativa de pessoas pertencentes ao público alvo vigente, priorizando sempre os de maior idade", disse a SMS. Segundo o órgão, a vacinação na Capital, na quinta, terminou às 17 horas "inviabilizando possíveis doses remanescentes antes deste horário". 

Secretaria analisa

Além do MPCE, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) informou ter instaurado processo administrativo para "averiguar" a aplicação de vacina em Thyane.

O nome da esposa de Safadão não constava em nenhuma das listas de agendamento divulgadas pela prefeitura para quinta-feira (8). Ainda assim, ela publicou vídeos da aplicação da dose.

A vacinação na Capital - que avança em ordem decrescente de idade - chegou, até esta quinta, a pessoas nascidas em 1989.

Nota do MPCE

Logo após a confirmação ao Diário do Nordeste sobre a abertura do procedimento, o Ministério Público divulgou nota oficial.

No texto, o órgão explica a denúncia recebida do caso e pontua, novamente, que deve averiguar as circunstâncias do processo de imunização do casal. Confira o comunicado completo:

"O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) instaurou, nesta sexta-feira (09/07), um procedimento preliminar de natureza criminal para apurar possível caso de fura-fila da vacinação cometido pela influenciadora digital Thyane Dantas, esposa do cantor Wesley Safadão.

Conforme divulgado nas redes sociais, Thyane recebeu a vacina em Fortaleza nessa quinta-feira (08/07), aproveitando a ocasião em que o esposo foi vacinado, porém o nome dela não estaria nas listas de agendamento divulgadas pela Prefeitura de Fortaleza. Também será verificada suspeita de que o cantor teria se vacinado em local diferente do agendado por escolha do imunizante que queria receber.

Para apurar o fato e colher elementos iniciais, o MPCE vai oficiar a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Fortaleza solicitando detalhes sobre o fato, em especial sobre lista de vacinados, o horário de vacinação do casal e informações a respeito das “sobras” de vacina. O Ministério Público também vai requerer informações sobre os servidores responsáveis pelo preenchimento dos cartões e pela aplicação da vacina."

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza