Pelo menos 15 municípios cearenses estão sem segunda dose de vacina para a Covid-19; veja lista

Fortaleza está entre as cidades sem as doses da CoronaVac, mas a Capital ainda não oficializou a situação à Sesa, conforme o MPCE informou

Legenda: Novas doses da CoronaVac devem chegar ao Ceará, mas quantidade é insuficiente para abastecer todo o Estado
Foto: Fabiane de Paula

Pelo menos 15 municípios do Ceará estão sem vacinas suficientes da CoronaVac, do Instituto Butantan, para garantir a aplicação da segunda dose da imunização contra a Covid-19 no Ceará, incluindo Fortaleza. O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), em nota enviada ao Diário do Nordeste na tarde desta quinta-feira (29), confirmou nove cidades nesta situação. Levantamento da reportagem apontou outros seis. 

VACINÔMETRO NO CEARÁ | COVID-19

Após uma solicitação formal do Centro de Apoio Operacional da Saúde (Caosaúde) do órgão, a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) declarou que, até o início da tarde de hoje, as seguintes cidades estariam sem as doses da CoronaVac:

  • Barbalha
  • Farias Brito
  • Fortaleza
  • Icapuí
  • Irauçuba
  • Itatira
  • Moraújo
  • Reriutaba
  • Sobral

No caso da Capital e de Moraújo, estas duas cidades ainda não oficializaram à Sesa sobre o problema, segundo o MPCE.

Na nota, o órgão estadual detalhou que junto ao Ministério Público Federal (MPF) e Ministério Público do Trabalho (MPT), expediu uma recomendação ao Estado do Ceará e ao Município de Fortaleza "para que adotem todas as medidas extrajudiciais e judiciais necessárias para garantir a aplicação da segunda dose da vacina. Também foram feitas recomendações no interior". 

De acordo com a Sesa, faltam 41.000 doses para a aplicação da chamada D2 da vacina em Fortaleza, 6.244 em Sobral, 1.510 em Irauçuba, 550 em Barbalha, 366 em Farias Brito, 165 em Icapuí, 132 em Moraújo, 90 em Itatira e 84 em Reriutaba.  

Colapso da campanha de imunização

Na quarta-feira (28), o Diário do Nordeste já tinha mostrado outros municípios cearenses começam a enfrentar cenários de colapso da campanha de imunização. São eles:

  • Acopiara
  • Cedro
  • Horizonte
  • Icó
  • Juazeiro do Norte
  • Várzea Alegre

Em nota, o Conselho das Secretárias Municipais de Saúde do Ceará (Cosems-CE) disse ter conhecimento da carência de vacina nos municípios, especialmente da CoronaVac, "por descompasso no cronograma de entrega por parte do Ministério da Saúde". O órgão afirmou que "tem se empenhado para que todos tenham suas necessidades atendidas" e espera que o problema seja normalizado nos próximos dias.

Mais de 2 milhões de doses aplicadas

Até às 17h desta quarta (28), o Vacinômetro da Sesa contabilizava 2.000.204 doses aplicadas, dentre as 2.238.250 doses recebidas. Ao todo, foram 1.318.465 primeiras doses e 681.739 segundas doses.

Em meio ao atraso no fornecimento de vacinas, chegou ao Ceará o 16º lote de imunizantes contra a Covid-19. A remessa, com 192.050 doses, desembarcou na tarde desta quinta (29), no Aeroporto de Fortaleza. Destas, são apenas 3,8 mil vacinas da CoronaVac. No entanto, o déficit atual deste imunizante é de 40 mil.

 

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza