Onde e quando devo agendar ou tomar a 2ª dose contra a Covid em cidades da Grande Fortaleza?

Maioria das cidades aderiu ao agendamento online. Na Capital, modelo segue listagem divulgada pela Prefeitura.

Legenda: Em Fortaleza, checagem pode ser feita em listas geradas pela Prefeitura.
Foto: Thiago Gadelha

Abril foi o mês em que a campanha de vacinação contra a Covid-19 passou a avançar mais significativamente no Ceará. Agora em julho, três meses depois, quem tomou a primeira dose da Astrazeneca precisa retornar aos centros de vacinação para receber o reforço. 

Nesses casos, uma diferença importante foi que, entre a aplicação da primeira e da segunda dose, o cadastro na plataforma Saúde Digital passou a ser obrigatório. Com a adesão, os municípios estão cobrando a inscrição e o agendamento por meio do sistema.

Contudo, o processo gera dúvidas em quem já tomou a D1 sem precisar do cadastramento. Saiba o que dizem municípios da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) sobre como é processo para tomar a segunda dose.

Fortaleza

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) afirma que os fortalezenses que estão com o prazo da segunda dose da vacina AstraZeneca prestes a vencer, em julho, devem ficar atentos ao agendamento nas listas disponibilizadas diariamente e à data prevista no cartão de vacinação.

Caso chegue o dia e o nome da pessoa ainda não tiver saído na lista de agendados, o residente pode procurar qualquer ponto de vacinação em Fortaleza para receber a segunda dose, segundo a Pasta.

Caucaia

O Município informa ser obrigatório o cadastro e o agendamento no Saúde Digital para obter tanto a primeira como a segunda dose. Quem tiver dificuldade no acesso pode buscar um ponto fixo de cadastramento disponibilizado pela Secretaria Municipal de Saúde.

O cartão de vacinação, onde consta o tipo da vacina aplicada e a data para a segunda dose, segue como documento indispensável para receber a D2, inclusive para os imunizados antes da adesão ao sistema Saúde Digital, declara.

Essa data deve ser considerada para que o cidadão faça o agendamento no sistema, nas ocasiões em que ele for aberto. 

Legenda: Idoso é vacinado em drive-thru de Caucaia.
Foto: Prefeitura de Caucaia

Maracanaú

O Município informa que aderiu, desde março, à plataforma estadual Saúde Digital para aplicação da D1. Por isso, para receber a segunda dose, o maracanauense pode retornar ao posto de saúde onde recebeu a D1, na data indicada no cartão de vacinação, sem necessidade de agendamento. 

O controle é realizado por meio dos registros feitos nas salas de vacina, assim como pelo cartão de vacinação.

Eusébio

As equipes de saúde monitoram o tempo necessário para aplicação da segunda dose. “Normalmente, lançamos um chamado antecipando em 15 dias o prazo limite da segunda dose”, diz a Secretaria Municipal da área.

Neste mês de julho, já estão sendo chamadas as pessoas que têm segunda dose aprazada da vacina Astrazeneca até o dia 17, para procurar os postos de saúde nos dias de mutirões de vacinação da Covid-19.

Outra estratégia é o agendamento domiciliar, geralmente realizado em dias de semana, quando equipes volantes organizam rotas para utilizar na maior brevidade o número de 2° doses para concluir o ciclo de imunização de pessoas acamadas ou idosas.  

Os mecanismos de controle são a ficha clínica, o cartão de vacinação e a lista de imunizados.

Maranguape

A Secretaria da Saúde de Maranguape comunica que começa, na próxima semana, a aplicação da D2 no público de 60 a 64 anos que não estava cadastrado no Saúde Digital, já que o município só passou a utilizar a plataforma para cadastro a partir da imunização de pessoas com comorbidades. 

Para os idosos de 60 a 64 anos, a D2 será aplicada nos postos de saúde. O chamamento se dará por meio dos agentes de saúde, como era feito antes do uso do Saúde Digital. Cada unidade receberá uma lista com os idosos que deverão ser vacinados. 

Legenda: Primeira fase em Maranguape teve vacinação domiciliar.
Foto: Prefeitura de Maranguape

A comprovação se dará tanto pela checagem da lista como também pela comprovação do cartão de vacina. 

Por outro lado, a D2 para quem se cadastrou será divulgada por uma lista no site da Prefeitura, que fará a convocação.

Pacajus

O município de Pacajus está aplicando a segunda dose nos postos de Saúde credenciados e no drive-thru da vacinação. A data é pré-agendada no cartão de vacinação a partir da primeira dose. 

No dia marcado para retorno, o cidadão pode se dirigir aos pontos de vacinação sem necessidade de agendamento no Saúde Digital. No local, é feita a checagem no cartão pelos profissionais responsáveis.

Os pontos de vacinação incluem as UBS da Cohab, Banguê II, Croatá II e Coaçu, e o Drive-Thru de vacinação na praça Renato Pessoa de Aguiar.

Desafios no reforço

Apesar dos alertas de médicos infectologistas, epidemiologistas e autoridades de saúde sobre a importância da segunda dose, as equipes de saúde ainda enfrentam dificuldades em terminar o reforço. A Secretaria Municipal de Saúde de Eusébio, por exemplo, aponta:

  • Resistência de alguns em receber a segunda dose;
  • Pessoas querendo escolher o tipo da vacina;
  • Pessoas tentando ser vacinadas novamente;
  • Adoecimento prolongado (seja de Covid ou outra enfermidade);
  • Óbitos registrados no intervalo entre as doses. 

PASSO A PASSO PARA CADASTRO NO SAÚDE DIGITAL

1) Acesse o site Saúde Digital

2) Selecione a opção "Ainda não tenho cadastro"

3) Identifique-se preenchendo corretamente seus dados

4) Nesta etapa do cadastro, deve ser informado se a pessoa está acamada, se tem alguma comorbidade e profissão. A Prefeitura realiza agendamento seguindo a sequência definida na Comissão Intergestores Bipartite N°40 (CIB/CE), e conforme as prioridades definidas pelo Ministério da Saúde (MS) para esta etapa da vacinação.

5) Confirme seus dados e crie uma senha de acesso ao cadastro

6) Finalize o cadastro e aguarde seu agendamento.

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza