O que se sabe sobre a vacinação contra a Covid-19 no Ceará

Na Capital, as doses começarão a ser aplicadas na próxima quarta-feira (20), de acordo com o prefeito Sarto Nogueira

Legenda: A Capital cearense será um dos Centros de Distribuição da vacina contra a Covid-19 no Nordeste
Foto: AFP

Após reunião com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, foi confirmado o início da vacinação contra a Covid-19 em Fortaleza para a próxima quarta-feira (20), de acordo com o prefeito Sarto Nogueira. O gestor afirma que a cidade está preparada para receber as doses do imunizante. 

Confira abaixo as informações já divulgadas sobre a vacinação no Estado do Ceará: 

Datas 

Os imunizantes começarão a ser aplicados em pessoas que integram os grupos prioritários a partir do dia 20 de janeiro, em Fortaleza. O governador do Ceará, Camilo Santana (PT) informou que o lote de vacinas para o Ceará será enviado nesta segunda-feira (18), às 7 horas, para o Estado. Nas redes sociais, o petista informou que viaja neste domingo para São Paulo, onde acompanhará presencialmente o envio das doses do imunizante.

Neste domingo, duas vacinas foram aprovadas para uso emergencial pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A primeira brasileira a ser imunizada no País foi a enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos.

Doses 

Entre as opções disponíveis, o Governo do Ceará já fechou um acordo com a Fundação Butantan para o fornecimento de 2 milhões de doses da vacina da farmacêutica chinesa Sinovac, chamada de CoronaVac, ao Estado, com as primeiras remessas chegando a partir de janeiro.  

Segundo o acordo, há possibilidade de entrega de 1,22 milhão de doses até fevereiro, com maior volume a partir de maio. 

Grupos prioritários 

Após a atualização do plano de imunização no Ceará, feito pela Secretaria da Saúde (Sesa), foram definidos os seguintes grupos prioritários: 

  • 1ª fase 
    Trabalhadores da saúde: 182.907 pessoas 
    Idosos acima de 75 anos de idade: 269.964 pessoas 
    Pessoas com 60 anos ou mais que vivem em instituições de longa permanência: 115.978 pessoas 
    População indígena: 26.903 pessoas 

  • 2ª fase 
    População de 60 a 74 anos: 538.785 pessoas 

  • 3ª fase 
    População com Comorbidades: 415.155 pessoas 

  • Demais fases 
    Outros grupos: 1.062.093 pessoas 

Seringas 

De acordo com a secretária-executiva de Vigilância e Regulação da Secretaria da Saúde (Sesa), Magda Almeida, serão compradas ao todo mais de 17 milhões de seringas de 1ml e 3ml com agulha 25×7 para vacinação contra Covid-19. 

Em entrevista ao Sistema Verdes Mares neste mês, o titular da Sesa, Carlos Roberto Martins – o Doutor Cabeto – informou que o Estado tem “8 milhões de seringas, com agulhas compatíveis pra fazer vacinação de qualquer tipo de vacina que chegue ao Ceará”. 

Refrigeradores 

A Universidade Federal do Ceará (UFC) ofereceu oito freezers de alta potência para o armazenamento das vacinas contra a Covid-19. Os freezers pertencem à Faculdade de Medicina, e podem conservar cerca de 53 milhões de doses a uma temperatura de 70 graus negativos. 

“Os refrigeradores estão sendo todos renovados para que a gente possa fazer a estocagem dessas vacinas”, acrescenta dr. Cabeto. 

Tipos de vacina 

De acordo com o governador Camilo Santana, o Ceará também deve receber lotes da vacina do laboratório da AstraZeneca/Fiocruz. “A previsão é que no primeiro semestre o Ceará receba 1,7 milhão da AstraZeneca”, afirmou, em dezembro. 

Distribuição e locais 

A Capital cearense será um dos Centros de Distribuição da vacina contra a Covid-19 no Nordeste, ao lado de Recife e de Salvador. A informação foi repassada pelo prefeito eleito Sarto Nogueira, também em dezembro. 

Já na perspectiva da imunização, alguns dos locais estipulados para receber a população que irá se vacinar contra a Covid incluem o Centro de Eventos, o estádio Presidente Vargas, a Arena Castelão, o Ginásio Paulo Sarasate e o Centro de Formação Olímpica (CFO), todos em Fortaleza. 

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza