Lotes extras de CoronaVac poderão ser entregues ainda nesta semana ao Ceará, estima secretária

Os volumes deverão ser usados para imunizar idosos que ainda não receberam a 2ª dose após o desabastecimento da vacina

CORONAVAC CEARÁ
Legenda: Ministério da Saúde sinalizou que fará o envio de novos lotes de CoronaVac para o Ceará
Foto: Miguel Schincariol/AFP

O Ceará poderá receber ainda nesta semana carregamentos extras de CoronaVac para suprir o déficit de vacinas e imunizar os idosos acima de 60 anos que estão com a 2ª dose atrasada.  

A informação foi repassada pela secretária executiva de Vigilância e Regulação do Ceará, Magda Almeida, em entrevista ao Sistema Verdes Mares na manhã desta quarta-feira (5).

Segundo a representante da Secretaria da Saúde (Sesa), que ainda não detalhou a quantidade destinada ao Estado, o Ministério da Saúde já sinalizou o envio de novas doses. 

“A gente espera que nessa próxima remessa, que normalmente chega entre quinta-feira e sábado, já venham essas remessas extras para 2ª dose. Eles sinalizaram que estão fazendo todo um movimento para redistribuir essas doses, e a gente acha, sim, que vai chegar ainda no fim de semana para que a gente consiga resgatar a segunda dose dessas pessoas”, estima.

Avanço de fase

Ainda conforme Magda, 15 municípios do Ceará vão iniciar a terceira fase da campanha de imunização contra a Covid-19. São eles:

  • Cariré
  • Catunda
  • Chaval
  • Cruz
  • Fortaleza
  • Iracema
  • Irauçuba
  • Pindoretama
  • Porteiras
  • Quiterianópolis
  • Sobral
  • Tamboril
  • Tarrafas
  • Tururu
  • Várzea Alegre

"Atualmente, nós temos 14 municípios que já vacinaram mais de 90% dos seus idosos e eles podem progredir com essa terceira fase. Essa terceira fase ela é um pouco mais delicada já que são muitos grupos que começarão simultaneamente. Então, nós temos os grupos de comorbidades, temos as pessoas com síndrome de down e gestantes e puérperas que vão começar de forma simultânea", explica Magda.

Desabastecimento

O cronograma de vacinação com a CoronaVac havia sido paralisado em Fortaleza na última quinta-feira (29) por falta de doses suficentes para imunizar o público-alvo. Na ocasião, apenas os 11 mil idosos cadastrados e agendados foram orientados a procurar um dos pontos de aplicação do imunizante.

Na última segunda-feira (3), ainda que em menor alcance, a Capital voltou a distribuir a 2ª dose dos idosos com atrasos apenas para aqueles que tiveram o nome confirmado na lista. 

 

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza