Denúncias registram nova aglomeração no Meireles e acúmulo de sujeira na Praia de Iracema

De acordo com a PMCE, houve dispersão e orientação das pessoas aglomeradas, sobre o risco de contágio da covid-19. A Agefis autuou dois bares por obstrução do espaço público

Legenda: Multidão se aglomera na esquina das ruas João Cordeiro e Padre Climério, no Meireles. Ocorrência na região, que desrespeita as recomendações de prevenção do contágio do coronavírus, é reincidente
Foto: Reprodução

Nova denúncia de um morador do bairro Meireles, em Fortaleza, registrou, por meio de vídeos, uma aglomeração de pessoas próxima a bares localizados na esquina das ruas João Cordeiro e Padre Climério, na noite do último sábado (10). Já no Aterro da Praia de Iracema, imagens feitas neste domingo (11) mostram um acúmulo de sujeira.

O desrespeito às medidas sanitárias de prevenção do contágio da covid-19 tem acontecido com frequência na região do Meireles. Segundo o denunciante, "ontem (sexta, 9) tinha 6 viaturas policiais aqui, a AMC (A, e hoje não tem nada. Com a multidão, essa lotação, ninguém faz nada. Já fiz duas reclamações no 190". 

De acordo com denúncias anteriores, além de favorecer a circulação do coronavírus, a multidão dificulta o acesso dos moradores ao local. Pela nova denúncia, o registro mostra como o trânsito de carros no trecho da aglomeração fica lento e, em um dos vídeos, uma viatura da Polícia Militar do Ceará (PMCE) chega a passar pela multidão, com a sirene ligada. 

Em nota, a PMCE afirma que recebeu ocorrências simultâneas de aglomerações e perturbação do sossego alheio. "As intervenções foram realizadas nas proximidades da rua João Cordeiro, bairro Praia de Iracema, no Genibaú e no Joaquim Távora", acrescenta. 

Ainda segundo a nota, a aglomeração concentrava volume de som acima do permitido pela legislação no horário e as dispersões "foram realizadas, assim como as pessoas foram orientadas a retornarem para suas casas e sobre a importância do uso das máscaras de proteção". 

A Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) situa que houve autuação de dois restaurantes por obstrução do espaço público na Praia da Iracema, com apreensão de mesas e cadeiras. Na mesma área, um ambulante teve seu material de venda apreendido, por comércio irregular de bebidas.

O órgão municipal ainda informa que, durante o monitoramento noturno, realizou ações de fiscalização nos bairros Parque Manibura, Genibaú (um bar descumpriu os decretos de enfrentamento à covid-19), Joaquim Távora e Itaperi. 

Poluição registrada na Praia de Iracema

Próximo ao local da aglomeração, no Aterro da Praia de Iracema, o professor Keyson Gondim, morador do Bairro de Fátima registrou, com fotos e vídeos, o acúmulo de sujeira, sobretudo garrafas de plástico e vidro, na extensão da areia, por volta das 7h30 deste domingo (11).

Legenda: Lixo na areia do Aterro da Praia de Iracema, registrado por volta das 7h30 deste domingo (11)
Foto: Keyson Gondim

Ele observa que a acumulação fica próxima a uma guarita da Guarda Municipal. "Na semana passada, tinha um grupo de jovens saindo no calçadão, esperando ônibus, e hoje aconteceu a mesma coisa, só que a quantidade de sujeira estava muito maior", completa. 

Segundo um comerciante que atua no local, em depoimento para a Rádio Verdes Mares, o acúmulo de sujeira na área é rotineiro nos fins de semana. Ele acrescenta como percebe uma quantidade de latas e até de restos de alimentos dentre os resíduos encontrados. E reforça que os órgãos públicos responsáveis pela limpeza não atuam à noite. Portanto, a acumulação só é limpa no período da manhã.  

População pode denunciar 

A população pode denunciar situações de descumprimento das medidas sanitárias de enfrentamento à Covid-19 por meio do telefone 190, canal de comunicação da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops). 

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza