Cidades do Ceará estão com estoque de Astrazeneca zerado; Camilo anuncia chegada de 36 mil doses

Novas doses da Pizer também serão utilizadas para completar o esquema vacinal de quem já tomou a D1.

Mão aplicando vacina em braço de mulher jovem
Legenda: Doses de AstraZeneca serão utilizada em segunda dose da população
Foto: Louais Beshara/AFP

O Ceará recebe, nesta quinta-feira (16), dois novos lotes de vacinas contra a Covid-19, com mais de 140 mil doses. A informação foi divulgada pelo governador Camilo Santana (PT) por meio das redes sociais. Contudo, são apenas 36 mil doses da Astrazeneca, imunizante que está em falta ou acabando para a segunda dose em diversos municípios do Ceará.

Comunicado de Camilo Santana sobre chegada de vacinas
Legenda: Governador anunciou chegada das remessas na manhã desta quinta
Foto: reprodução/Instagram

Pelo menos oito cidades já confirmaram o fim do estoque dessa vacina para aplicação de D2: Eusébio, Caucaia, Sobral (onde falta desde sábado), Cruz, Horizonte, Monsenhor Tabosa, Pacatuba e Quixeramobim.

Outras estão na iminência de interromper o processo. Em Aracati, o estoque está "praticamente zerado", segundo a Prefeitura. Já em Aratuba, a Secretaria Municipal de Saúde disse que as disponíveis não devem ser suficientes para contemplar todos os agendados até amanhã (17).

As gestões municipais informaram que aguardam a distribuição de mais doses para dar seguimento à campanha.

Conforme Camilo, a primeira carga desta quinta contém 104.130 doses do imunizante Pfizer e deve chegar às 10h30. Já a segunda, prevista para as 17h, tem 36 mil doses da vacina AstraZeneca. As duas devem ser ministradas como segunda dose (D2).

Ainda conforme o chefe do Executivo cearense, o Estado aguarda novos lotes de AstraZeneca para completar a aplicação de D2 na população.

Paralisação da distribuição da AstraZeneca

A distribuição do imunizante da empresa, produzido em parceria com a Universidade de Oxford, havia sido paralisada por duas semanas no País em razão do atraso do Insumo Farmacêutico Ativo (IFA), um dos ingredientes da substância. 
 
No sábado (11), contudo, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) comunicou que as entregas de vacinas seriam retomadas a partir desta semana. Nessa terça-feira (14), a instituição entregou lote com 1,7 milhão de doses ao Ministério da Saúde, as quais seriam entregues "nos próximos dias".

Conforme previsão da Pasta, Estados e municípios receberão 13,8 milhões de doses de Astrazeneca até o dia 30 de setembro. De acordo com o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO), as vacinas serão direcionadas à D2 da população atendida com remessa enviada no último dia 2 de julho.

Outros lotes

Na segunda-feira (13), uma remessa com 231.660 doses de vacinas da Pfizer chegou ao Ceará. Os imunizantes serão usados para aplicação de primeira dose (D1), segundo anunciou o governador.

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza