Centro de Eventos tem fila extensa em mutirão para vacinação da 2ª dose da Coronavac

Mais de 9 mil pessoas seguem a espera da segunda dose, por falta de vacina

centro de eventos de fortaleza
Legenda: Mutirão para aplicação da segunda dose da Coronavac causa filas de carros e idosos
Foto: Almir Gadelha

O mutirão para vacinação de idosos com a segunda dose da Coronavac, realizado nesta quinta-feira (13) em Fortaleza, causou filas extensas de carros e pessoas no Centro de Eventos. O local realiza vacinação em dois sistemas: salas de acolhimento nos salões Taíba e Jericoacoara e por drive-thru. 

As filas de carros e pessoas registradas nesta manhã dão voltas no Centro de Eventos. 

fila de carros no Centro de Eventos
Legenda: Fila de carros para drive-thru de vacinação contra Covid no Centro de Eventos
Foto: Almir Gadelha

Apenas idosos agendados, com o nome nas listas divulgadas pela prefeitura, devem comparecer ao mutirão. A expectativa é aplicar todas as 11 mil doses da Coronavac recebidas nesta quarta-feira (12). 

Ieda Carlos Ferreira, de 55 anos, foi uma das pessoas que recebeu a segunda dose nas salas de acolhimento. Ela conta que estava esperando há um mês e dez dias para completar a imunização. 

"Fiquei com medo esperando, muita ansiedade. Todos os dias eu olhava a lista, para saber se tava meu nome", relata Ieda. 

Ieda Carlos Ferreira recebe segunda dose da coronavac
Legenda: Ieda Carlos Ferreira recebeu a segunda dose da Coronavac nesta quinta-feira (13)
Foto: Almir Gadelha

O Ministério da Saúde afirma que intervalos maiores entre as doses não devam prejudicar o esquema vacinal, mas ressalta que os atrasos devem ser evitados, pois não há como assegurar a devida proteção até aplicação da D2.

9 mil idosos seguem a espera da vacina

Mesmo com o mutirão, 9.072 idosos seguem à espera da 2ª aplicação em Fortaleza, por falta de doses. Segundo a prefeitura, 30.872 idosos não receberam a dose de reforço na Capital, e os três últimos lotes enviados, incluindo o de quarta-feira, são suficientes para imunizar 29,8 mil idosos.

Pelo menos outras 13 cidades cearenses também atrasaram a aplicação. Na quarta-feira (12), a Justiça Federal determinou que o Governo Federal envie imediatamente as 25.019 doses que faltam para completar vacinação dos idosos com esquema atrasado. 

O Ceará recebe, nesta quinta-feira (13), mais 70 mil doses da Coronavac. O governador Camilo Santana afirmou que a remessa inclui as doses determinadas pela Justiça. O voo, previsto para chegar às 22h, também traz 103.750 da vacina da AstraZeneca. 

Conforme a Secretaria Municipal da Saúde, os critérios para agendamento são o maior tempo de atraso e maior idade.

"Analisamos a pessoa que recebeu a 1ª dose há mais tempo e, também nesse sentido, a pessoa que tem a prioridade por ser mais velha", disse a secretária Ana Estela sobre os critérios para a distribuição das segundas doses.

O cronograma de vacinação em Fortaleza da Coronavac foi paralisado em 29 de abril, por falta de vacinas. Em 1° de maio, a Capital recebeu nova remessa do imunizante e retomou a campanha parcialmente. 

Segundo a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), as três remessas mais recentes que ficaram na Capital foram de 4.130, 14.670 e 11 mil doses.

 

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza