Ceará negocia a compra de pelo menos 3 milhões de doses da CoronaVac, diz Camilo

O governador publicou, nas redes sociais, sobre as tratativas para aquisição de vacinas

CoronaVac é o sexto imunizante contra a Covid aprovado pela OMS
Legenda: CoronaVac é o sexto imunizante contra a Covid aprovado pela OMS
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

O Governo do Ceará negocia com a farmacêutica chinesa Sinovac Biotech a aquisição de pelo menos 3 milhões de doses de CoronaVac. O governador Camilo Santana (PT) informou que enviou um secretário à China, em maio último, para avançar nas tratativas da compra desta vacina contra a Covid-19

O chefe do Executivo acrescentou que mantém, ainda, as negociações com o Instituto Butantan — responsável pela produção do imunizante no Brasil.

“Ainda hoje conversei com o governador João Dória sobre as articulações com o Butantã, que pertence ao governo paulista. Reafirmo que não descansarei enquanto todos os meus irmãos e irmãs cearenses estiverem imunizados”, disse. 

Na publicação, Camilo também lembrou sobre a compra direta do imunizante russo. "Assim como fizemos na aquisição da vacina Sputinik V, cujo primeiro lote deve chegar ao Ceará ainda este mês, temos buscado todas as formas de adquirir o máximo de vacinas", observou. 

"Para acelerar o cronograma de vacinação e imunizar os cearenses o mais rápido possível, única forma de vencermos a pandemia de vez", enfatizou. 

Print da postagem de Camilo
Foto: Reprodução / Facebook

 

 

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza