Pandemia, crise climática e ordem do poder global são prioridades, diz Biden em discurso na ONU

Presidente norte-americano disse que líderes devem enfrentar a crise climática ou "sofreremos fortes consequências"

Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden
Legenda: Joe Biden disse em discurso na ONU que suas prioridades agora são a pandemia de Covid-19, a crise climática e a ordem de poder global
Foto: Mandel Ngan/AFP

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou que suas prioridades agora são a pandemia de Covid-19, a crise climática e a ordem de poder global. "A próxima década deve ser uma década decisiva, que literalmente determinará nossos futuros", disse ele, em seu discurso na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), que ocorre em Nova York nesta terça-feira (21).



Reforçando sua agenda, Biden reafirmou que os líderes devem enfrentar a crise climática ou "sofreremos fortes consequências".

Biden afirmou que a mudança climática é uma "enorme oportunidade" para gerar empregos e crescimento e disse que os EUA irão dobrar o financiamento contra as mudanças climáticas.

Mudanças Climáticas

Biden ainda destacou a importância de que todos os países levem suas maiores ambições para lidar com a crise à  Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas (COP 26), que ocorre em novembro.

"Estamos em um ponto inflexível da história", firmou o presidente, que reforçou a importância de que a comunidade global trabalhe junta "como nunca fizemos antes".

Biden garantiu que enfrentará os desafios globais com parceiros e entidades globais.

O líder norte-americano disse ainda estar "abrindo uma nova era de diplomacia severa", com o fim dos 20 anos de guerra no Afeganistão. "Nosso poder militar deve ser recurso de última instância."

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo