Italiano tenta enganar profissional da saúde com braço falso para não tomar vacina contra a Covid-19

O homem tem 57 anos e é dentista. Ele teria sido suspenso do trabalho por não ter tomado ainda as doses da vacina, apesar de ser obrigatório para profissionais da saúde

Mulher segura vacina contra a Covid-19.
Legenda: Caso aconteceu na cidade de Biella, no norte da Itália. Enfermeira que tentou aplicar a vacina chamou a polícia para prender em flagrante o homem por tentativa de fraude, mas ele fugiu.
Foto: Shutterstock

Um italiano de 57 anos, que não teve sua identidade revelada, usou um braço de silicone para tentar enganar profissionais da saúde e conseguir o passaporte de vacina sem ser, de fato, imunizado contra a Covid-19. O caso aconteceu na cidade de Biella, no norte da Itália, na última quinta-feira (2). Informações são do G1

Segundo o G1, com informações do jornal italiano La Reppublica, o homem é dentista e teria sido suspenso do trabalho por não querer se vacinar contra a Covid-19. Porém, a Itália adotou recentemente a política do passaporte de vacina, o que significa que, a partir da próxima segunda-feira (6), sem o documento, não imunizados não vão poder acessar todos os espaços abertos ao público. 

Entenda o caso 

O homem se apresentou para tomar sua dose de vacina na quinta-feira (2). No momento de erguer a manga da camisa para receber a aplicação, a enfermeira percebeu que o braço à mostra aparentava ser falso e pediu para que ele o mostrasse melhor.

O homem teria chegado a pedir para a profissional da saúde que ela fingisse não ter visto nada. Porém, a enfermeira chamou a polícia local para prender o dentista por tentativa de fraude. Neste momento, ele teria se levantado e ido embora do posto rapidamente.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo