Equipe de detetives diz ter identificado o serial killer 'Assassino do Zodíaco'

Homem morreu em 2018 e cometeu homicídios na Califórnia

Um esboço do
Legenda: Um esboço do "Assassino do Zodíaco" foi comparado com Gary Poste, especificamente cicatrizes na testa em ambas as imagens
Foto: Divulgação/The Case Breakers

A possível identidade do "Assassino do Zodíaco", serial killer que aterrorizou San Francisco, nos Estados Unidos — no final dos anos 1960 — acaba de ser revelada. Segundo os "Case Breakers", um grupo de detetives voluntários, o nome dele seria Gary Francis Poste, um homem que morreu em 2018. As informações são do jornal californiano San Francisco Gate e do canal norte-americano Fox News.

O "Assassino do Zodíaco" foi ligado a cinco assassinatos ocorridos em 1968 e 1969 na área de São Francisco. O criminoso insultou as autoridades com cartas com enigmas enviadas para jornais e à polícia. Os assassinatos geraram livros, filmes e documentários nos anos seguintes, e detetives amadores e profissionais analisaram o caso em um esforço para desmascarar o assassino.

TV americana chegou a exibir reportagem sobre a identificação do
Legenda: TV americana chegou a exibir reportagem sobre a identificação do "Assassino do Zodíaco"
Foto: Reprodução/Fox News

O primeiro dos assassinatos confirmados ocorreu em dezembro de 1968, quando um homem e uma mulher foram mortos a tiros em um carro em Benicia, Califórnia. Em 4 de julho de 1969, outro homem e uma mulher foram baleados em Vallejo. 

Os homicídios, de acordo com as evidências recolhidas, teriam começado dois anos antes do que se tinha notícia até então. Até o momento, o FBI não se pronunciou sobre o assunto, mas o caso segue aberto após mais de cinco décadas. A polícia local, no entanto, nega conexão do homicida com o caso apontado pela investigação paralela.

Investigações

O grupo de investigadores voluntários fez escavações, descobriram novas evidências forenses e fotos do quarto escuro de Gary Francis Poste. Uma imagem encontrada pela equipe identificou cicatrizes na testa do criminoso que combinam com as marcas em um esboço do "Assassino do Zodíaco".

Outras pistas incluem decifrar cartas enviadas pelo Zodíaco que o revelaram como o assassino, disse Jen Bucholtz, uma ex-agente de contrainteligência do Exército que trabalha em casos arquivados. Em uma nota, as cartas do nome completo de Poste foram removidas para revelar uma mensagem alternativa, disse ela à Fox News.

Mensagem decifrada

Em 2020, uma equipe de decifradores de códigos quebrou uma cifra de 340 caracteres que foi enviada ao jornal San Francisco Chronicle pelo "Assassino do Zodíaco". Na época, o FBI disse que o caso assassino continuava sendo investigado.

"Espero que você esteja se divertindo muito tentando me pegar. Não tenho medo da câmara de gás porque ela me mandará para o paraíso mais cedo porque agora tenho escravos suficientes para trabalhar para mim", dizia a mensagem descriptografada.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo