Ranking: Os carros e motos mais vendidos no Ceará em janeiro

Segundo balanço da Fenabrave, em geral, todas as categorias apresentaram redução nas vendas

Escrito por Redação,

Automóvel
Carros e Motos
Legenda: São considerados automóveis os carros de passeio em geral.
Foto: Helene Santos

O Ceará registrou o emplacamento de 3,9 mil veículos da categoria de automóveis e comerciais leves em janeiro. Segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), o volume é 3,95% menor que o observado em janeiro do ano passado e 37,93% a menos que em dezembro de 2020.

Carros mais vendidos no Ceará em janeiro

  • Automóveis

  1. Onix/GM - 449
  2. Onix Plus/GM - 352
  3. HB20/Hyundai - 288
  4. Compass/Jeep - 162
  5. Mobi/Fiat - 146
  6. Argo/Fiat - 145
  7. Creta/Hyundai - 135
  8. Gol/VW - 130
  9. Renegade/Jeep - 113
  10. HB20S/Hyundai - 110
  • Comerciais leves

  1. Strada/Fiat - 225
  2. Toro/Fiat - 103
  3. Hilux/Toyota - 80
  4. S10/GM - 44
  5. Saveiro/VW - 42
  6. Oroch/Renalt - 27
  7. Fiorino/Fiat - 24
  8. Ranger/Ford - 24
  9. L200/Mitsubushi - 19
  10. Frontier/Nissan - 12
  • Motos

  1. CG160/Honda - 1.460
  2. NXR160/Honda - 1.174
  3. Biz/Honda - 828
  4. Pop110I/Honda - 469
  5. CB250F Twister/Honda - 112
  6. XRE190/Honda - 105
  7. XRE300/Honda - 67
  8. XTZ150/Yamaha - 50
  9. PCX150/Honda - 48
  10. Fazer250/Yamaha - 43

Queda nos emplacamentos

O Estado teve 3,3 mil emplacamentos de automóveis em janeiro, número que também representa queda em relação a janeiro de 2020 (-8,35%) e a dezembro (-38,63%).

Já os comerciais leves são pequenas picapes, que possuem carroceria e podem ser utilizadas em negócios. Esses somaram 646 unidades no mês passado, com alta de 27,42% em relação a janeiro de 2020 e queda de 34,01% ante dezembro.

A categoria que considera o emplacamento de caminhões e ônibus registrou 136 unidades vendidas, sendo 114 caminhões e 22 ônibus. Em conjunto, eles apresentam uma retração de 42,13% em relação a janeiro de 2020 e de 50% em comparação com dezembro.

Ainda segundo a Fenabrave, a venda de motos no Estado chegou a cair 33,24% em janeiro ante dezembro, com apenas 4,7 mil unidades emplacadas no mês. Na comparação com janeiro de 2020, a queda foi mais branda, de 7,69%.