Torcedores com ficha criminal extensa são presos ao tentar entrar no Castelão para partida

Operação integrada de segurança resultou no cumprimento de cinco mandados de prisão antes da partida entre Fortaleza e CRB

Escrito por Matheus Facundo , matheus.facundo@svm.com.br
frente da arena castelão
Legenda: Prisões ocorreram momentos antes dos torcedores entrarem no Castelão para assistir ao jogo
Foto: Thiago Gadelha

Quatro torcedores foram presos ao tentar entrar na Arena Castelão para assistir ao jogo entre Fortaleza e CRB pela final da Copa do Nordeste nessa quarta-feira (5). Eles possuíam mandados de prisão em aberto por uma série de crimes ocorridos na Capital cearense. 

As capturas foram fruto de uma operação integrada da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) e resultaram no cumprimento de cinco mandados de prisão, pois uma das pessoas tinha dois em desfavor dele. 

Um dos presos, um homem de 40 anos, era procurado por roubo, mas já possuía antecedentes criminais por ameaça, homicídio doloso, uso de entorpecentes, tráfico ilícito de drogas e associação para o tráfico, desobediência, desacato, violação ao estatuto de torcedor, roubo, crime contra a administração pública e porte ilegal de arma de fogo.

Os outros suspeitos são um homem de 40 anos, com um mandado de prisão civil; um de 66 anos por crime de receptação; e outro de 32 anos, que possuía dois mandados em seu desfavor, um de prisão temporária por tráfico ilícito de drogas e outro de prisão preventiva decorrente de decisão condenatória por homicídio.

Esse último tinha passagens por crimes de uso de entorpecentes, tráfico ilícito de drogas, associação para o tráfico, homicídio doloso e associação criminosa.

"Após as prisões, os suspeitos foram conduzidos para uma unidade plantonista da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), onde foram realizados os procedimentos para o cumprimento dos mandados de prisão contra os suspeitos. Em seguida, todos foram encaminhados para unidades do sistema penitenciário, onde foram colocados à disposição da Justiça. Os trabalhos investigativos seguem em andamento com o objetivo de identificar outras pessoas que tenham envolvimentos com crimes na Capital", informou a SSPDS. 

Participaram da força-tarefa equipes as Coordenadorias Integrada de Planejamento Operacional (Copol) e de Inteligência (Coin) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS); do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) e do Comando de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) da Polícia Militar do Ceará (PMCE); do Departamento de Inteligência Policial (DIP) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE); além do apoio do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) e do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP).

Veja também

Ainda durante a partida, de acordo com a PMCE, foram registrados dois Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO), um por tumulto e outro por desacato.

Briga de torcida 

Também antes da partida, uma briga de torcida foi registrada e pelo menos um torcedor foi espancado, na avenida Eduardo Girão. A Polícia Militar do Ceará informou que a vítima foi socorrida para uma unidade de saúde.

"Ao chegar no local, um homem de 20 anos estava ao solo. De imediato, foi acionado o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que o encaminhou para um hospital local", disse a corporação em nota. 

O momento foi flagrado por moradores da região. Em imagens enviadas ao Diário do Nordeste, é possível ver dezenas de torcedores na avenida, parando motos e correndo. Em outro vídeo, é possível ver a vítima sem roupa, sendo espancada por pelo menos outros cinco torcedores.

Até o momento, mesmo com diligências da PMCE, ninguém foi preso. 

Os destaques das últimas 24h resumidos em até 8 minutos de leitura.
Assuntos Relacionados