Terceiro suspeito de tentativa de chacina no Barroso é preso

Tiroteio matou uma idosa e uma criança na última sexta-feira (21); outras oito crianças e adolescentes ficaram feridos

Escrito por Redação ,
Ação policial na Areninha Campo Barroso
Legenda: O caso ocorreu na Areninha Campo Barroso, na noite desta sexta-feira (21)
Foto: Reprodução/Instagram

Um terceiro suspeito da tentativa de chacina em uma Areninha do bairro Barroso, em Fortaleza, foi preso neste domingo (23). Uma idosa e uma criança morreram e outras 8 crianças e adolescentes foram baleadas no tiroteio, que ocorreu na noite de sexta-feira (21). 

O suspeito de 22 anos foi localizado no bairro Jardim das Oliveiras, segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Ele já tem passagens na polícia por homicídio, integrar organização criminosa, roubos e tráfico de drogas.

O delegado Márcio Gutiérrez, da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), afirmou que seis suspeitos de participação direta foram do tiroteio foram identificados pela investigação. Todos eles seriam membros de uma mesma organização criminosa. 

Dois deles foram capturados no sábado (22), um homem e um adolescente, de idades não confirmadas. Eles foram encontrados na Grande Messejana e eram alvos de mandados de prisão em aberto. 

Os dois suspeitos quebraram o celular no momento da captura, na tentativa de destruir provas do crime. Uma mulher apontada como membro da mesma organização criminosa, mas sem ligação direta com a tentativa de chacina, também foi presa durante as capturas. 

As forças de segurança trabalham para capturar os outros três suspeitos, bem como identificar outras pessoas que participaram indiretamente ou auxiliaram os autores. 

CONFLITO INTERNO EM GRUPO CRIMINOSO

As investigações apontam que o tiroteio tinha um alvo específico, que conseguiu sair do local momentos antes do crime, segundo o diretor do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), delegado Ricardo Pinheiro. 

A principal linha de investigação é que o crime ocorreu após uma dissidência no grupo criminoso. “Houve uma dissidência, se retiraram do bairro e aí houve esse conflito entre esses grupos. Já tem esse histórico de conflito”, diz o delegado. 

CINCO VÍTIMAS SEGUEM INTERNADAS

Três das oito crianças e adolescentes baleadas na tentativa de chacina receberam alta entre sábado (22) e este domingo (23), segundo a direção do hospital Instituto Dr. José Frota (IJF).

As outras cinco seguem em atendimento na unidade de saúde, com acompanhamento de equipes clínicas e cirúrgicas do hospital. 

Veja também

Ao todo, três meninas, de 11, 13 e 16 anos, e cinco meninos, de 8, 9, 10, 15 e 16 anos, foram baleadas na ação criminosa, que ocorreu na Areninha Campo Barroso. Uma mulher e uma criança também foram atingidas por disparos de arma de fogo e faleceram. 

O IJF não divulgou a idade nem o gênero das vítimas que receberam alta para preservar a identidade dos menores de idade. 

SEQUÊNCIA DE CRIMES

Apenas na última sexta-feira (21), tentativa de chacina e outros crimes foram registrados em Fortaleza e em Caucaia. Quatro homicídios – três na Capital e um na cidade da Região Metropolitana – aconteceram ao longo da noite.  

Na quinta-feira (20), uma chacina foi registrada em Viçosa do Ceará, com oito mortos e uma pessoa ferida. O caso foi na Praça Clóvis Beviláqua, no Centro da Cidade.  

As vítimas estavam em um bar, ao lado da praça, quando os suspeitos chegaram de carro e motocicletas no local. Os atiradores teriam retirado as vítimas do estabelecimento e colocado o grupo enfileirado na praça. Em seguida, dispararam contra nove pessoas.   

O governador Elmano de Freitas (PT) anunciou que irá acionar policiais de folga que quiserem atuar no combate aos crimes. A medida representa um incremento de 20% no número de profissionais - na prática, cerca de 1.300 a mais nas operações.

Segundo informações obtidas pelo Diário do Nordeste, o Governo fará um aumento do aporte financeiro destinado às operações policiais. Deste modo, agentes de segurança que estariam de folga poderão atuar nas mobilizações.

A assessoria de comunicação do Governo divulgou que Fortaleza não registrou nenhum caso de homicídio, entre as 20h de sábado e as 5h de domingo.

Os destaques das últimas 24h resumidos em até 8 minutos de leitura.
Assuntos Relacionados