Três vítimas baleadas em tentativa de chacina em Fortaleza recebem alta e 5 seguem internadas no IJF

Crianças e adolescentes foram alvejadas em tentativa de chacina em Areninha

Escrito por Redação ,
IJF
Legenda: Outras cinco vítimas seguem internadas no IJF
Foto: Camila Lima/SVM

A direção do Instituto Dr. José Frota (IJF) informou que três das oito crianças e adolescentes baleadas na tentativa de chacina no bairro Barroso, na noite de sexta-feira (21), receberam alta do local entre sábado (22) e este domingo (23).

As outras cinco seguem em atendimento na unidade de saúde, com acompanhamento de equipes clínicas e cirúrgicas do hospital. 

Veja também

Ao todo, três meninas, de 11, 13 e 16 anos, e cinco meninos, de 8, 9, 10, 15 e 16 anos, foram baleados na ação criminosa, que ocorreu na Areninha Campo Barroso. Uma mulher e uma criança também foram atingidas por disparos de arma de fogo e faleceram. 

O IJF não divulgou a idade nem o gênero das vítimas que receberam alta para preservar a identidade dos menores de idade. 

Prefeito reforçou a informação

No início da tarde deste domingo, o prefeito José Sarto (PDT) utilizou seu perfil no X, antigo Twitter, para atualizar o estado de saúde das vítimas, hospitalizadas no IJF, administrado pela Prefeitura de Fortaleza. 

Segundo ele, que considerou o fato ocorrido na sexta como um "trágico episódio de violência", três das oito vítimas dos disparos já tiveram alta e as outras cinco continuam em atendimento.

Sarto pontuou que as que continuam na unidade hospitalar estão acompanhadas pelas equipes clínicas e cirúrgicas do hospital. No microblog, ele agradeceu ainda às equipes de saúde "pela dedicação e compromisso de salvar vidas". 

Reforço na segurança 

Na manhã deste domingo (23), o governador Elmano de Freitas (PT) anunciou reforço financeiro para fortalecer as ações da Segurança Pública no Estado. O petista informou, ainda, que houve um "recuo importante" nos casos de violências nas últimas horas.  

Veja também

“Nós tivemos um recuo importante nos casos de violência no Estado do Ceará, nas últimas horas. (...) Eu estou tomando a decisão de reforço financeiro para aumentar ainda mais a capacidade das nossas forças de segurança, para garantir atuação intensa nas comunidades, nos bairros, nos municípios, em todo o Estado do Ceará” 
Elmano de Freitas (PT)
Governador do Ceará

Todavia, o mandatário não informou o valor do incremento de recursos. Todavia, o mandatário não informou o valor do incremento de recursos. Segundo a assessoria de comunicação do Governo, Fortaleza não registrou nenhum caso de homicídio, entre as 20h de sábado e as 5h de domingo. 

Diversos crimes  

Apenas na última sexta-feira (21), tentativa de chacina e outros crimes foram registrados em Fortaleza e em Caucaia. Quatro homicídios – três na Capital e um na cidade da Região Metropolitana – aconteceram ao longo da noite.  

Os casos ocorreram no bairro Araturi; em Caucaia; no Barroso, Mondubim e no bairro Siqueira, em Fortaleza. No Barroso, uma criança e uma mulher morreram em uma tentativa de chacina. Outras 8 crianças e adolescentes foram baleadas.

Veja também

Duas pessoas foram presas por porte ilegal de arma de fogo, sendo uma em Messejana e outra no Parque Santa Rosa.   

Antes disso, oito pessoas morreram e uma ficou ferida na chacina registrada no município de Viçosa do Ceará, na madrugada de quinta-feira (20). O caso foi na Praça Clóvis Beviláqua, no Centro da Cidade.  

As vítimas estavam em um bar, ao lado da praça, quando os suspeitos chegaram de carro e motocicletas no local. Os atiradores teriam retirado as vítimas do estabelecimento e colocado o grupo enfileirado na praça. Em seguida, dispararam contra nove pessoas.   

Por sua vez, há uma semana, na sexta-feira (14), um homem foi morto e uma bebê de nove meses foi baleada em tiroteio ocorrido nas proximidades da Praça Joaquim Távora. Em operação conjunta, as polícias Civil e Militar localizaram três suspeitos de participar da troca de tiros no bairro Joaquim Távora. Dois foram presos e um foi morto em confronto com os policiais. 

Os destaques das últimas 24h resumidos em até 8 minutos de leitura.
Assuntos Relacionados