Presos usam corda feita de lençóis para escalar muro e fugir de presídio em Itaitinga

De acordo com a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), os detentos pertenciam a duas celas diferentes da mesma ala

Dezessete internos fugiram, na madrugada desta terça-feira (21), do Instituto Penal Professor Olavo Oliveira (IPPOO II), em Itaitinga, Região Metropolitana de Fortaleza. Segundo a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), os detentos pertenciam a duas celas diferentes da mesma ala.

Os presos, segundo a SAP, saíram pelo muro da unidade através da ferramenta conhecida popularmente como “tereza”, espécie de corda feita com lençóis emendados.

O órgão afirmou que suas equipes foram a campo, junto a outras forças de segurança pública, no trabalho de recaptura dos apenados.

Segundo a SAP, os funcionários que estavam no plantão desta madrugada foram à Delegacia de Assuntos Internos para prestar os devidos esclarecimentos. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança