Grupo paulista é preso por roubar relógios de luxo na área nobre de Fortaleza

Vítimas eram escolhidas por trafegarem em carros importados. Todos usavam relógio da mesma marca

Roupa
Legenda: Os criminosos perseguiam as vítimas usando três ou quatro motocicletas, disfarçados de operários, entregadores ou motoboys
Foto: Waniffer Monteiro

A Polícia Civil do Ceará (PCCE) prendeu seis integrantes de um grupo criminoso, baseado em São Paulo, especialista em roubo de relógios de luxo. As prisões aconteceram em Fortaleza e Canindé, na última terça-feira (8) e na quarta-feira (9). 

Segundo o delegado Rommeu Kerth, titular da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), a investigação teve início após assaltos realizados no mês de maio em bairros nobres de Fortaleza. 

As vítimas eram abordadas no trânsito e escolhidas por estarem em carros importados, usando uma mesma marca de de relógio de luxo, segundo o delegado. 

Ao todo, três ocorrências foram registradas e o prejuízo estimado de cada vítima foi de mais de R$ 60 mil

Abordagem 

"Os criminosos escolhiam as vítimas no trânsito e começavam uma perseguição usando três ou quatro motocicletas, disfarçados de operários, entregadores e motoboys", explica o titular da DRF. 

"Quando detectavam no veículo o motorista ou passageiro usando relógio de alto valor eles apontavam um ao outro. Duas Land Rovers foram interceptadas no trânsito, e outra na hora em que o proprietário desceu na porta de sua empresa, porque eles identificaram que o carro era blindado", detalha Rommeu Kerth. 

 

 

 

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança