Operação Marias prende 36 pessoas por crimes de violência contra a mulher no Ceará

Operação acontece simultaneamente em todos os estados brasileiros.

Uma operação realizada pela Polícia Civil prendeu, nesta quinta-feira (5), 36 foragidos suspeitos de crimes de violência contra mulheres no Ceará. Ao todo, são 40 mandados de prisão em 18 cidades do Ceará, incluindo Fortaleza e municípios da região metropolitana, do interior norte e sul. O estado foi o terceiro com maior números de prisões, atrás de Minas Gerais e Rio Grande do Sul, além de ser o primeiro do Nordeste.  

A Operação Marias ocorreu simultaneamente em 18 estados do país e no DF, sob a coordenação da Polícia Civil do Rio Grande do Sul, com objetivo de desencadear ações preventivas e repressivas de enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher, a três dias do Dia Internacional da Mulher.

Pela manhã, a Polícia Civil havia divulgado a prisão de 22 pessoas durante a operação, mas com o avanço dos trabalhos policiais, a quantidade de presos foi atualizada, para 36 na tarde desta quinta. 

No Ceará, 240 policiais participaram da ação, contando com 80 viaturas. A operação foi coordenada no estado pelo Departamento Técnico-Operacional (DTO) junto com o Departamento de Proteção aos Grupos Vulneráveis (DPGV), com efetivo dos departamentos de polícia judiciária da Capital, da região metropolitana, do interior norte, do interior sul e especializado, além dos agentes das 10 delegacias da mulher do Estado. 

 

 

Você tem interesse em receber mais conteúdo de segurança?