Militar da reserva ofereceu R$ 4 mil pela morte da companheira

A vítima foi baleada no rosto, mas sobreviveu; o tenente foi preso no IJF, onde estava como acompanhante da mulher, nesta quarta-feira (29)

Legenda: Prisão ocorreu nesta quarta-feira (29) no Centro da capital cearense
Foto: Reprodução/Arqjuivo pessoal

O tenente da reserva da Polícia Militar suspeito de ordenar a morte da companheira em Baturité, no Ceará, ofereceu R$ 4 mil ao executor do crime. A mulher sobreviveu e está internada no Instituto Doutor José Frota (IJF), em Fortaleza. O policial foi preso no hospital, onde estava acompanhando a vítima, com uma arma e R$ 3 mil em espécie, nesta quarta-feira (29). 

Segundo o delegado titular de Baturité, Joel Moreira, parte do dinheiro oferecido pelo crime havia sido pago no domingo, um dia antes da mulher ser baleada por dois suspeitos no Centro de Baturité, na segunda-feira (27). A vítima foi atingida com dois tiros na região do rosto. Ela foi socorrida por uma aeronave da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) e trazida para Fortaleza. 

Jorge Régis Felipe dos Santos, 26 anos, foi identificado como um dos executores da ação. Ele foi preso em flagrante pouco após o crime, confessou o ato e contou à polícia que o tenente da reserva era o mandante da tentativa de feminicídio

De acordo com o delegado regional Emerson Faria, o suspeito recebeu R$ 1.900 adiantado, e aguardava pelo restante do pagamento.  

Felipe dos Santos contou com ajuda de um comparsa. Os criminosos usaram pelo menos dois veículos na ação e trocaram as roupas para despistar a polícia, mas foram rastreados. O comparsa conseguiu fugir. 

A prisão do militar da reserva, de 51 anos, aconteceu dentro do IJF, onde ele estava como acompanhante da mulher. Ele portava uma arma de fogo de uso pessoal e estava com uma quantia de R$ 3 mil em dinheiro. O delegado Joel Moreira acredita que o valor seria destinado ao pagamento pelo crime. O tenente está recolhido no presídio militar.  

Você tem interesse em receber mais conteúdo de segurança?