Homem é assassinado em bar no Benfica após briga motivada por ciúmes

O suspeito teria puxado uma arma e efetuado pelo menos dez disparos contra a vítima, identificada como Yan Marques Nunes Azevedo

Legenda: Os envolvidos estavam em um famoso bar, que estava lotado, no Benfica
Foto: Paulo Sadat

Um homem foi assassinado em frente a um bar na rua Padre Miguelino, no Bairro Benfica, em Fortaleza, na noite desta sexta-feira (4). O crime teria acontecido após uma discussão entre dois homens.

Um terceiro envolvido sacou uma arma e realizou cerca de dez disparos, de acordo com a equipe de policiais atendeu a ocorrência no local do crime.

A vítima foi identificada como Yan Marques Nunes Azevedo. Yan estaria com uma mulher no bar, quando um homem começou a conversar com ela. O rapaz não gostou e iniciou uma discussão com este segundo homem.

Um terceiro envolvido, que fugiu do local, amigo do segundo rapaz, puxou uma arma de fogo (calibre 380) e efetuou pelo menos dez disparos contra Yan.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) afirmou que o corpo da vítima tinha marcas contundentes de lesões. Os suspeitos fugiram e não foram localizados.

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) instaurou um inquério para investigar as circunstâncias do crime. A Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) esteve no local e auxilia nos trabalhos policiais, ainda segundo a SSPDS.

O funcionamento de bares e clubes no estado segue proibido, de acordo com o último decreto publicado pelo Governo do Ceará, no último dia 29 de agosto. Apesar da proibição, os moradores do Benfica reclamam constantemente das aglomerações irregulares que acontecem no bairro.

De acordo com a Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis), agentes estiveram no local em uma operação conjunta com a Polícia Militar, mas o bar não foi autuado durante os trabalhos. As abordagens orientaram o uso de máscaras e o distanciamento social, ainda conforme a pasta. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança