Fundador da facção GDE e responsável por onda de ataques no Ceará é preso em Fortaleza

Lindomar de Sousa da Silva foi encontrado e detido durante patrulhamento de rotina no Bairro Conjunto Palmeiras

Legenda: Lindomar de Sousa da Silva é apontado como um dos fundadores do grupo criminoso Guardiões do Estado (GDE).
Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Militar prendeu um homem apontado como um dos fundadores da facção Guardiões do Estado (GDE) durante um patrulhamento na última sexta-feira (24), na Rua Serra Azul, Bairro Conjunto Palmeira, em Fortaleza.  

De acordo com a polícia, Lindomar de Sousa da Silva foi avistado pelas equipes do 16° Batalhão da PM tentando entrar em uma residência, após perceber a presença dos policiais. Durante a abordagem foi constatado que ele possuía um mandado de prisão em aberto por homicídio.  

“Ele respondia a diversos crimes: homicídio, tráfico de drogas, associação criminosa, porte ilegal de arma de fogo e também foi denunciado à Justiça por expulsão de moradores naquela área. Através de investigações da Polícia Civil e Polícia Federal, ele é apontado em diversos crimes e irá responder por isso”, afirmou o tenente Victor Falcão, que participou da ação. 

As investigações apontam ainda que Lindomar também participou dos ataques criminosos que aconteceram no Ceará em 2019.

“As lideranças negativas ordenam homicídios e ataques, como aconteceram recentemente no Ceará. Tudo isso [prisão] ajuda a trazer uma melhor sensação de tranquilidade para o povo cearense”, afirmou o tenente. 

Lindomar foi detido e levado para 30° Distrito Policial, no Bairro Jangurussu e está à disposição da Justiça.  

  

Você tem interesse em receber mais conteúdo de segurança?