Foragido da Justiça e jovem são presos suspeitos de tráfico de drogas no bairro Conjunto Palmeiras

As capturas foram realizadas por agentes do 30º Distrito Policial (DP), em dois momentos distintos, conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS)

Legenda: A Polícia Civil apreendeu munições, drogas e uma balança de precisão com um dos suspeitos.
Foto: Divulgação/PCCE

Um foragido da Justiça, de 27 anos, e um jovem de 23 anos foram presos suspeitos de tráfico de drogas, na manhã da última quinta-feira (14), no bairro Conjunto Palmeiras, em Fortaleza. em duas ações diferentes realizadas pela Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), por meio do 30º Distrito Policial (Jangurussu).

Conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a Polícia Civil prendeu primeiramente o jovem de 23 anos, identificado como Francisco Eugenio Ferreira da Silva. O suspeito, morador da Comunidade do Circo, foi abordado no local após denúncias. Com ele, que já responde por tráfico, os agentes apreenderam alguns papelotes contendo uma substância análoga à maconha.

Em seguida, Eugenio levou os agentes até sua residência, onde foram encontrados140 embalagens com maconha e cocaína prontas para o comércio, além de uma balança de precisão, 17 munições de revólver calibre 38 e dez para pistola calibre 380.

O suspeito, após confessar ser o proprietário dos entorpecentes, foi encaminhado ao 30º DP, onde um inquérito policial foi instaurado por tráfico de droga. Ele está sendo investigado também pela participação em outros crimes relacionados ao tráfico.

A outra captura aconteceu ainda no Conjunto Palmeiras, ao ser cumprido um mandado de prisão em aberto contra Francisco Evandro Mesquita Santana. De acordo com a Secretaria da Segurança, ele era foragido da Justiça desde setembro de 2018, quando foi condenado por tráfico de drogas, falsa identidade e porte ilegal de arma de fogo, crimes ocorridos há cerca de quatro anos da decisão judicial, em março de 2014. 

A Pasta informou ainda que a população pode ajudar nas investigações da Polícia ao repassar informações sobre os casos. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque-Denúncia da SSPDS, para o (85) 98865-2158, o WhatsApp do 30º DP, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem. Conforme a Instituição, o sigilo e o anonimato são garantidos.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança