Doses da vacina contra a Covid-19 serão distribuídas sob escolta armada no Ceará

Comando de Policiamento de Choque (CPChoque) acompanhará o transporte via terrestre a municípios da Grande Fortaleza e aeronaves da Ciopaer serão utilizadas no transporte aos municípios do Interior

Legenda: Já as cidades no Interior do Estado receberão as cargas com as vacinas, por meio de aeronaves da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer). As doses serão enviadas em aeronaves diretamente para os aeroportos localizados em Aracati, Jijoca de Jericoacoara e Juazeiro do Norte.
Foto: (Foto: Divulgação)

Policiais participarão da logística de distribuição das doses da vacina contra Covid-19 no Estado do Ceará. Na tarde desta segunda-feira (18), a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) divulgou que terá escolta armada do Comando de Policiamento de Choque (CPChoque) para realizar o transporte via terrestre a municípios da Região Metropolitana de Fortaleza.

Já as cidades no Interior do Estado receberão as cargas com as vacinas, por meio de aeronaves da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer). As doses serão enviadas em aeronaves diretamente para os aeroportos localizados em Aracati, Jijoca de Jericoacoara e Juazeiro do Norte.

Conforme a Pasta, após chegaram aos aeroportos citados, o carregamento com as vacinas segue nas aeronaves da Ciopaer para serem distribuídas a municípios de quatro grandes regiões do Estado (Litoral Leste, Litoral Norte, Maciço de Baturité e Cariri).

Estratégia

A SSPDS divulgou que "as escoltas armadas feitas pela Polícia Militar do Ceará (PMCE) serão mantidas 24 horas por dia nos locais de armazenamento, escolhidos estrategicamente e mantidos sob sigilo, até o transporte para as unidades de saúde nos municípios cearenses, onde já está previsto o início da imunização".

No fim da tarde desta segunda-feira, chegaram ao Estado o primeiro lote dos imunizantes. 109 mil pessoas devem ser vacinadas em todo o Ceará, considerando que cada pessoa precisa de duas doses. 80 mil doses ficam para distribuição na Capital.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança