Sobral e Iguatu têm 25,6 mil pessoas com anticorpos para a Covid-19, estima pesquisa

Somadas, as duas cidades concentram 57,3 mil pessoas em contato com o vírus, considerando-se as que têm a doença ativa e as que desenvolveram anticorpos, segundo estudo do Governo do Ceará e do Instituto Opnus

Legenda: Os testes aplicados foram do tipo RT-PCR, que detecta a fase aguda da doença.
Foto: Secretaria da Saúde

Um total de 25,6 mil pessoas nas cidades de Sobral e Iguatu já podem ter desenvolvido anticorpos para a Covid-19, segundo pesquisa realizada pelo Governo do Ceará em parceria com o Instituto Opnus. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (13). Levando-se em conta a soma das pessoas que estão com o vírus ativo com as que desenvolveram anticorpos, o número de pessoas em contato com a doença chega a 57,3 mil.

Foram aplicados testes em 1,5 mil pacientes nos dois municípios, sendo 800 em Sobral e 700 em Iguatu, projetando resultados sobre a população total. Os testes aplicados foram do tipo RT-PCR, que detecta a fase aguda da doença.

Com registro de casos de infecção pelo novo coronavírus desde meados de março deste ano, Sobral pode ter 24 mil pessoas com anticorpos e 30,2 mil com vírus, segundo a pesquisa. Conforme Magda Almeida, secretária executiva de Vigilância e Regulação da Secretaria da Saúde (Sesa), mesmo os assintomáticos precisam redobrar as medidas de prevenção para evitar a transmissão do vírus. 

“Observamos lá muitos pacientes com coronavírus, mas assintomáticos. As pessoas sem sintomas precisam tomar medidas preventivas também, porque elas têm potencial de contaminação”, reforça a secretária.

Em Iguatu, apenas 7,71% dos testes indicaram positivo. A pesquisa apontou uma projeção de 7,9 mil pessoas com algum contato com o vírus, sendo que a maioria com o agente infeccioso ainda ativo, e apenas 1,6 mil com anticorpos detectados. 

Para a secretária, o baixo índice de testes positivos na cidade se explica pelo fato de a chegada da doença ter acontecido de forma tardia em relação às outras regiões como a Grande Fortaleza e a região norte.

“Significa que a chegada da epidemia lá ainda é recente, as pessoas estão sendo infectadas agora, não tiveram tempo nem de desenvolver anticorpos”, avaliou.

Ceará tem quase 7 mil óbitos por Covid-19

O Ceará já conta com 137.234 diagnosticos positivos do novo coronavírus, e já se somam 6.975 mortes pela Covid-19 desde o começo da pandemia. O dados são da Secretaria de Saúde do Estado do Ceará (Sesa), por meio da plataforma digital IntegraSUS, atualizada nesta segunda-feira (13), às 17h57.  O estado já registra 111.238 recuperados da Covid-19. 

A capital, epicentro da pandemia no Estado, ainda é a que registra o maior número de casos confirmados, com 38.142, e 3.534 mortes pela doença. Fortaleza também registra 28.614 recuperados. 

Ranking nordestino

Além de Fortaleza, o Ceará aparece mais três vezes na lista das 20 cidades com mais casos confirmados de Covid-19 no Nordeste. Estão também incluídos no ranking Sobral (8.441), em 11º lugar; Maracanaú (4.402) e Caucaia (4.412) ocupando a 19º e a 20º consecutivamente. As quatro cidades juntas, somam 55.397 infectados pelo vírus Sars-Cov-2. 

Maior taxa de reprodução

Juazeiro do Norte, no Cariri, concentra 4.175 diagnósticos positivos e 148 falecimentos pelo novo coronavírus. A região caririense tem a maior taxa de reprodução do vírus no Ceará. Juazeiro, Barbalha, Brejo Santo, Crato e Iguatu continuam em regime de lockdown.