Municípios do Interior se preparam para receber a vacina da Pfizer

O imunizante precisa ser acondicionado em condições específicas, com baixas temperaturas. Equipes de saúde dos municípios também devem passar por capacitação nesta sexta-feira (21)

A vacina da Pfizer demanda condições específicas de armazenamento.
Legenda: A vacina da Pfizer demanda condições específicas de armazenamento.
Foto: Shutterstock

As 25 cidades do interior cearense consideradas, pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), aptas a receber doses da vacina da Pfizer contra a Covid-19, se articulam para preparar os locais de armazenamento das doses, visto que o imunizante precisa ser acondicionado em baixas temperaturas. Fortaleza já recebeu dois lotes e iniciou a aplicação. Nesta sexta-feira (21), é a vez dos profissionais do Interior serem treinados para transportar e manusear as doses.

A relação das 26 cidades aprovadas para o recebimento das doses da Pfizer, incluindo a Capital, foi divulgada na última quarta-feira (19) pela Sesa. Segundo a pasta, o objetivo é avançar na imunização contra a infecção. 

Diário do Nordeste entrevistou as secretarias da saúde dos principais municípios da lista para entender quais ações estão sendo tomadas para garantir a logística de armazenamento da vacina da Pfizer.

Em Juazeiro do Norte, maior cidade do Interior, as doses ficarão guardadas na Universidade Regional do Cariri (Urca) e no Centro Universitário Doutor Leão Sampaio (Unileão). De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde, a previsão de recebimento das doses "é para a próxima semana".

A parceria com as duas universidades viabilizou o ultra freezer para armazenar as doses e as caixas de transporte para temperatura adequada. Estamos finalizando os preparativos.
Secretaria da Saúde de Juazeiro do Norte

Em Crato, cidade vizinha a Juazeiro, a secretária da Saúde, Mariana Feitosa, antecipou que a "equipe está se preparando" para viabilizar o acondicionamento dos lotes. Lá, as vacinas ficarão armazenadas no superfreezer da Urca

O município de Quixadá, o maior do Sertão Central, informou que está em fase de preparo "para desenvolver um processo de logística e de orientação para estruturação da rede de frio para armazenar os imunizantes". A prefeitura não informou previsão para a chegada das doses, mas garantiu que "já possui infraestrutura adequada para o recebimento e armazenamento das doses".

O armazenamento de doses poderá ser feito em geladeiras comuns, como já informado pela Pfizer à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
Secretaria da Saúde de Quixadá
 

No Vale do Jaguaribe, o município de Limoeiro do Norte informou, por meio da assessoria de imprensa, que "está em contato direto com a Sesa para alinhar todos os detalhes sobre o recebimento e armazenamento das doses". Segundo a prefeitura, "a inclusão do nome de Limoeiro do Norte na relação de municípios elegíveis para o recebimento do produto se deu somente após uma avaliação técnica da estrutura do município, por parte do Estado".

Todas as vacinas ficarão armazenadas de acordo com as orientações do fabricante, da Secretaria Estadual de Saúde e do Ministério da Saúde e serão aplicadas seguindo as diretrizes do Plano Nacional de Imunização.
Secretaria da Saúde de Limoeiro do Norte

Questionada sobre qual seria essse local, a assessoria optou por não divulgar. "Por uma questão de segurança, não há necessidade de divulgar local onde ficará o freezer que irá armazenar as doses. Mas todas ficarão armazenadas em um local adequado e na temperatura correta", garantiu. 

Na cidade de Sobral, região Norte do Estado, as doses ficarão armazenadas na Secretaria da Saúde do município, "onde já são armazenadas outras vacinas da campanha", conforme informou a assessoria do órgão, que garantiu ainda que "há bastante tempo vem se organizando para receber a vacina da Pfizer" e que os protocolos já estão ativados.

Temos todo o necessário para o recebimento, desde o freezer até o plano de contingência para situações de emergência  relacionadas a vacina.
Secretaria da Saúde de Sobral

A reportagem também tentou contato com as secretarias da Saúde de Caucaia, Iguatu, Icó, Aquiraz e Tianguá. No entanto, os municípios não responderam até o fechamento desta matéria. Todas as cidades ouvidas disseram que a Sesa ainda não informou a data exata do envio ou quantas doses serão destinadas para cada um desses municípios.

Aumento da lista 

O vice-presidente do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Ceará (Cosems-CE), Rilson Andrade, afirmou na tarde desta quinta-feira (20) que a lista das 26 cidades poderia aumentar até o fim do dia. "Os municípios têm até hoje para enviar declaração manifestando interesse e condições de receber as vacinas. Pindoretama e Cascavel, por exemplo, o fizeram e aguardam resolução da Sesa, que deve ser decidida ainda hoje", aposta.

No entanto, a Sesa manteve a relação dos 26 municípios já publicados e informou que segue avaliando a situação de outros municípios que solicitaram elegebilidade para receber o imunizante norte-americano.

Segundo Rilson, Pindoretama e Cascavel informaram à Sesa que as doses poderão ser armazenadas no prédio da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz-CE), "situado próximo aos dois municípios".

Para composição da lista, a Secretaria da Saúde do Estado destacou os municípios das Áreas Descentralizadas de Saúde (ADS), as cidades sedes das Regiões de Saúde e mais quatro cidades que enviaram cartas externando interesse de receber as doses, totalizando 26.
Rilson Andrade
Vice-presidente do Cosems

A definição final do envio das vacinas, antecipou Rilson, deve ser formalizada nesta sexta-feira (21). 

Cidades aptas a receber a vacina da Pfizer

Além de Fortaleza, estão aptas a receber a vacina as cidades:

  • Acaraú
  • Aquiraz
  • Aracati
  • Barbalha
  • Baturité
  • Brejo Santo
  • Camocim
  • Canindé
  • Caucaia
  • Crateús
  • Crato
  • Eusébio
  • Horizonte
  • Itaitinga
  • Juazeiro do Norte
  • Icó
  • Iguatu
  • Itapipoca
  • Limoeiro do Norte
  • Maracanaú
  • Quixadá
  • Russas
  • Sobral
  • Tauá 
  • Tianguá

Quero receber conteúdos exclusivos sobre as regiões do Ceará