Moradores constroem cercas nas ruas para impedir circulação das pessoas e contaminação por Covid-19

A secretária da Saúde de Santana do Cariri, Aline Maria Alencar, confirma que algumas pessoas com suspeita da doença desobedeceram o decreto estadual para manter o isolamento

Legenda: Moradores de Santana do Cariri constroem cercas nas ruas para impedir circulação de pessoas e contaminação da Covid-19
Foto: Foto: Arquivo Pessoal

Em Santana do Cariri, interior do Ceará, moradores estão montando cercas nas ruas para impedir que as pessoas saiam de casa e a passagem de carros nas vias. As medidas foram tomadas após a circulação de informações de que pessoas suspeitas de estarem com a Covid-19 estavam se deslocando normalmente pelo município. Segundo a plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), Santana do Cariri tem cinco casos confirmados de Covid-19 e nenhum óbito, conforme dados atualizados até as 9h55 desta terça-feira (12). 

A secretária da Saúde de Santana do Cariri, Aline Maria Alencar, confirma que algumas pessoas com suspeita da doença desobedeceram o decreto estadual para manter o isolamento e isso acabou causando pânico entre os moradores.

"Pessoas da cidade que procuraram o serviço de saúde foram afastadas com atestados pra que se mantivessem em casa porque tavam com sintomas da Covid. E essas pessoas, nesse interim, a gente tem informações de estarem circulando. É o que a gente pede atenção. Teve que a população entrar em verdadeiro pânico, solicitando parceria da polícia porque viram ou escutaram que as pessoas estavam circulando. Então é importante que as pessoas se mantenham (em casa) e sigam as orientações médicas", reforçou Alencar.

Bairro vai ter regras rígidas

De acordo com ela, a maioria dos casos suspeitos e positivos para a doença estão no Bairro Inhumas. A região passou por higienização durante a madrugada, e ainda nesta terça-feira será iniciado um levantamento domiciliar para identificar casos suspeitos sintomáticos da doença no bairro, para realização de testes, informou a secretária. 

Ainda segundo Alencar, o bairro deve receber orientações de regras mais rígidas para evitar a circulação de populares na região. 

 

Rede de assistência

Para garantir que famílias notificadas como casos suspeitos ou confirmados não precisem se deslocar pelo município, Ana Maria Alencar afirmou que está sendo montada uma rede de assistência para garantir os itens básicos de subsistência a essas famílias.

"A gente pede que fique em casa, usando todo o suporte. Pra isso, a gente, enquanto gestão, e alguns grupos solidários, estamos entrando em contato com essas famílias pra que não fiquem descobertas de alimentação, de itens de higiene, pra que não tenham motivo algum de sair de casa. Estamos montando uma rede com assistência social pra que, na necessidade, informem se precisam de alguma coisa pra que a gente leve com todas as medidas de segurança possíveis", acrescentou a secretária. 

O Ceará registrou a morte de 1.228 pessoas por Covid-19, além de 17.879 casos da doença confirmados, até as 9h55 desta terça-feira (12). Houve, contudo, a recuperação de 9.202 pessoas que contraíram a doença. Os dados são da plataforma IntegraSUS.