Incêndio em vegetação dentro de assentamento do MST é debelado, na Chapada do Apodi; veja vídeo

Segundo o Corpo de Bombeiros, a área queimada está próxima ao Perímetro Irrigado e aconteceu em um aceiro controlado. O fogo foi debelado sem grandes complicações

Legenda: Os bombeiros debelaram as chamas sem grandes complicações, em cerca de 1h30.
Foto: Digulgação

Um incêndio atingiu, na tarde desta quarta-feira (9), uma área isolada dentro de um assentamento do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), em Limoeiro do Norte, na Chapada do Apodi. Segundo o Corpo de Bombeiros, o fogo estava concentrado em um ‘aceiro’ e foi debelado após cerca de 1h30 de ocorrência.

Mesmo com uma área pequena, populares se assustaram com a altura das chamas e acionaram os bombeiros. O incêndio controlado aconteceu próximo ao Perímetro Irrigado da região, polo produtor de fruta, mas não atingiu a área. 

“Chegando lá, o controle foi tranquilo, sem presença de focos remanescentes”, informa Major Alexandre, Comandante da 2ª Cia do 4º Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará. “Apesar do tamanho das chamas, tinha sido um aceiro controlado na região. Mesmo assim, a gente fez o combate no local para evitar pânico”. Segundo ele, a altura elevada das chamas se deu por conta "a densidade da mata seca, que era grande”. 

“A queimada controlada foi feita dentro do aceiro. O pessoal do próprio perímetro que acionou, já que não sabia que era uma queimada controlada. Chegando lá, a gente só fez o combate nos limites do perímetro para evitar propagação, na parte limítrofe, entre o aceiro e o perímetro irrigado”. 

Aceiro 

O aceiro consiste numa técnica utilizada para se evitar a propagação das chamas em queimadas controladas. O comandante explica que a limpeza de terrenos para plantio ou outros fins é legalizada, “desde que se faça o aceiro de segurança dentro para que o fogo não se alastre para outras áreas, o que pode provocar um acidente ecológico (queimada extensa) ou causar danos a terceiros”, explica, ressaltando que, nestes casos, a pessoa pode ser responsabilizada.  

“Quando isso ocorre, a pessoa que fez o fogo vai responder legalmente pelo crime cometido”.
 

Legenda: O fogo foi feito em um 'aceiro', usado para limpeza de terreno para plantio ou outros fins.
Foto: Divulgação

Veja também:

Para evitar a propagação das chamas e um possível desastre, o comandante recomenda fazer a área de limpeza da vegetação entre 10 e 15 metros. “A distância da mata que você quer queimar para outra, que você quer evitar, deve ser de aproximadamente 30 metros. Se recomenda o uso de um trator ou outro tipo de meio para retirar parte da vegetação. Quando as chamas chegarem no limite do aceiro, elas se extinguem espontaneamente”, explica. 

O comandante de Engenharia de Prevenção de Incêndio de Sobral, Major Mardens, dá algumas dicas de como evitar incêndios florestais: 

  • Não jogar resto de cigarro ainda aceso ou qualquer outra fonte de calor em locais onde haja vegetação;
  • Não jogar lixo pela janela do carro. Este material poderá servir de alimento para o fogo
  • Fogueiras de acampamento devem ser feita em locais onde não haja vegetação. É preciso observar o sentido do vento para que as centelhas do fogo ou fumaça não iniciem um possível incêndio florestal; 
  • Não soltar balão, maiores causadores de queimadas; 
  • Nunca usar fogo para queima de lixo ou para a limpeza de plantação;
Quero receber conteúdos exclusivos sobre as regiões do Ceará