Em apenas 4 dias, Ceará já registra quase metade do volume de chuva esperado para janeiro

Até amanhã (5), há alerta do Inmet de chuvas e ventos fortes e previsão da Funceme de precipitações em todas as regiões do Estado

Legenda: Em Fortaleza, choveu o acumulado de 68 mm neste início de mês, segundo a Funceme
Foto: Camila Lima

Em apenas 4 dias, já choveu o acumulado de 47,7 milímetros no Ceará. O volume observado é quase a metade do total da média histórica para janeiro: 98,7 mm. Os dados parciais são da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) e podem sofrer atualização ao longo dos dias. 

Esse índice pode subir ainda mais nos próximos dias se considerada a renovação do alerta de chuvas e ventos fortes emitido pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Este é o 12º dia seguido de aviso. Desta vez, todas as 184 cidades cearenses estão inclusas no alerta de 'perigo potencial'. O alerta é válido até esta quarta-feira (5).

Esta classificação aponta para o risco de chuva entre 20 e 30 milímetros por hora ou até 50 mm no dia, além de ventos intensos de 40 a 60 km/h. O risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas é baixo, acrescenta o Inmet.

Cuidados:

  • Em caso de rajadas de vento, a recomendação do Inmet é para não se abrigar debaixo de árvores, "pois há leve risco de queda e descargas elétricas". Também é orientado não estacionar veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda.
  • Evite usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada.
  • Em caso de emergência, contate a Defesa Civil (telefone 199) e/ou Corpo de Bombeiros (telefone 193).
     

Para os próximos dois dias, a Funceme prevê continuidade das chuvas no Ceará. Amanhã (5), a previsão é de "céu variando de nublado a parcialmente nublado em todas as macrorregiões com chuva". Na quinta-feira (6), a previsão aponta para "alta possibilidade de chuva" em todas as regiões cearenses.

Chuvas 

Pelo quarto dia seguido neste ano, choveu em mais de 70 municípios do Estado em um intervalo de 24 horas. Entre as 7 horas de segunda-feira (3) e 7 horas de hoje (4), a Funceme registrou pluviometria em pelo menos 75 cidades. Os dados são parciais e tendem a sofrer atualização.

  • Dia 1º de janeiro: choveu em 123 municípios
  • Dia 2 de janeiro: choveu em 124 municípios
  • Dia 3 de janeiro: choveu em 138 municípios
  • Dia 4 de janeiro: choveu em 75 municípios (dados parciais) 


Nas últimas 24 horas, as maiores precipitações foram registradas em Ipu (83 mm), Icó (71 mm), Chaval (68 mm), Jaguaribe (63 mm) e Jucás (58,4 mm). Na Capital cearense choveu 1,2 milímetros. 

Pré-estação

As chuvas de janeiro fazem parte da pré-estação, no Ceará. O Estado tem dois períodos que marcam as precipitações, de dezembro a janeiro (pré) e de fevereiro a maio, que corresponde à estação chuvosa.

Para pré-estação, inicia em 1º de dezembro do ano passado, a previsão é de chuvas acima ou dentro da média, conforme análise do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Em dezembro, este prognóstico se confirmou.

O mês encerrou com chuvas 68,4% acima da média histórica, que é de 31,6 mm. Ao longo dos 31 dias do mês passado, a Funceme anotou o acumulado de 53,2 milímetros. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre as regiões do Ceará