Crescimento da Covid-19 no Interior do Estado coloca as duas maiores cidades em 'lockdown'

Sobral que já estava em isolamento mais rígido teve a medida prorrogada por mais uma semana. A novidade é a entrada de Juazeiro do Norte. O anúncio foi feito pelo governador Camilo Santana no início da tarde deste sábado

Legenda: Em Sobral, o lockdown foi prorrogado por mais uma semana. Por lá, no entanto, ainda há pontos de aglomeração, como no Centro da cidade
Foto: Mateus Ferreira

A cidade de Juazeiro do Norte, polo econômico do Cariri cearense, entra - a partir desta segunda-feira (22) - em regime de 'lockdown', e a cidade de Sobral, referência na região Norte, permanece por mais sete dias nessa mesma condição. O anúncio foi feito pelo governador do Ceará, Camilo Santana, no início da tarde deste sábado (20), por meio de uma live, ao lado do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio.

As duas maiores cidades do Interior cearense, que são polos econômico e social nas regiões Norte e Sul, apresentam crescimento progressivo nos casos do novo coronavírus. Sobral já conta com 5.081 infectados - só fica atrás de Fortaleza - e Juazeiro do Norte tem 1.579 casos, segundo a Secretaria de Saúde do Município. Agora, a exemplo do que já vinha ocorrendo em Sobral, a Terra do Padre Cícero terá medidas mais rígidas de isolamento social, implantação de barreiras sanitárias e mais rigor em fiscalização.

 

No começo deste mês, Juazeiro do Norte registrava 390 casos. Os números mostram que, em apenas 20 dias, houve um aumento de 305% no total de casos confirmados e de 219% de aumento nos óbitos - hoje são 51 mortes. Somente nesta sexta-feira (19) foram confirmados sete óbitos por Covid-19 no Município.

A secretária da Saúde de Juazeiro do Norte, Glauciane Torres, disse que aguarda a publicação do decreto estadual para conhecer detalhes das determinações e, a partir da próxima segunda-feira, começar a aplicar as medidas mais rígidas de prevenção e combate ao coronavírus. Segundo ela, o aumentos nos casos é um reflexo da testagem. 

 “Passamos a testar mais desde o último dia 10, e por isso os casos estão aparecendo mais”, pontuou.

Segundo a Prefeitura de Juazeiro do Norte, os óbitos registrados oficialmente nesta semana ocorreram em datas anteriores e referem-se a pessoas idosas e com doenças anteriores.  

Já em Sobral,  os casos saltaram, nos primeiros 18 dias deste mês, 102,2%. Já o índice de óbitos - hoje com 186 mortes - cresceu 118,8% neste mês.

Preocupação

O governador Camilo Santana informou que as demais regiões do Interior permanecem na fase de transição, por pelo menos uma semana. “A partir de segunda-feira a cidade de Juazeiro do Norte, onde há crescimento elevado de casos, terá ações mais restritivas com barreiras sanitárias e outros controles para tentarmos diminuir a velocidade de transmissão do vírus”.

Camilo Santana voltou a observar uma tendência de crescimento de casos no Interior do Estado. "Os dados mostram essa tendência e isso nos traz preocupação”, disse.

“A pandemia continua e faço um apelo para as pessoas respeitarem o decreto para a gente poder avançar. Os moradores precisam usar máscaras, lavar bem as mãos”.

Decisão

Os prefeitos podem por conta própria editar decretos ampliando as ações restritivas, mas não reduzindo em relação ao decreto estadual, segundo decisão do Supremo Tribunal Federal. Dessa forma, as cidades de Itarema, Camocim e Acaraú podem continuar em regime mais rígido de combate ao coronavírus, caso os gestores decidam por continuidade do lockdown. Outras cidades, como Cariús e Jardim, recentemente implantaram 'lockdown' por decreto municipal.