Corpo de Bombeiros interdita tirolesa que se rompeu e derrubou turista em Camocim

Os agentes da corporação constataram que o local possuía algumas irregularidades

Tirolesa rompe e derruba turista em camocim
Legenda: A vítima não ficou ferida na queda
Foto: reprodução

O Corpo de Bombeiros do Ceará (CBMCE) interditou, nessa quarta-feira (19), uma tirolesa na Praia de Tatajuba, em Camocim, litoral Oeste do Ceará. O cabo do equipamento se rompeu e provocou a queda de um guia turístico, no início da semana. Apesar do susto, ele não ficou ferido.

Os agentes da corporação constataram que o local não possuía o documento obrigatório para esse tipo de atividade, a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART). 

O Comando de Engenharia e Prevenção de Incêndios do CBM-CE ainda verificou que os responsáveis pelo equipamento não forneceram informações específicas sobre o material que compõe a estrutura

Montagem com bombeiros interditando tirolesa em camocim
Legenda: O equipamento não possuía um documento obrigatório para o funcionamento
Foto: divulgação/CBMCE

O serviço de entretenimento já estava suspenso, por decisão dos proprietários, desde segunda-feira (17), quando aconteceu o incidente. 

Celebração interrompida

O guia turístico Alan Pereira, de 27 anos, estava comemorando o aniversário com a família no local. Ao usar a tirolesa, o cabo dela se rompeu e ele caiu no meio do trajeto em uma lagoa formada entre dunas. 

"Graças a Deus tá tudo bem. Foi um fato que aconteceu inesperadamente, que não acontece", declarou.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre as regiões do Ceará