APA de Baturité ganhará plano de manejo, afirma secretário do Meio Ambiente do Ceará

APA de Baturité, primeira a ser criada no Ceará e mais extensa, chega a 30 anos com desafio de manter preservação

Legenda: A APA da Serra de Baturité completará 30 anos nesta semana. Na foto, a sede da Unidade de Conservação.
Foto: Divulgação/Sema

A Área de Proteção Ambiental da Serra de Baturité ganhará um plano de manejo, conforme adiantou o secretário do Meio Ambiente (Sema) do Ceará Artur Bruno, na manhã desta quinta-feira (17). A Unidade de Conservação (UC) é uma das 91 presentes no Estado e foi criada pelo governo do Ceará em 18 de setembro de 1990.

"Em 2021, a grande conquista será a elaboração de um plano de manejo”, frisou Artur Bruno.

Segundo a gestora da APA Serra de Baturité, Patrícia Jacaúna, o plano de manejo deverá ser concluído até o fim de 2021. “A nossa expectativa é que seja em setembro, daqui um ano, porque temos de elaborar termo de referência, realizar licitação e outras questões burocráticas”, afirmou Jacaúna ao Sistema Verdes Mares.

Unidades de Conservação no Ceará:

  • 12 federais;
  • 28 estaduais;
  • 13 municipais;
  • 38 particulares

A unidade tem como objetivo central proteger uma rica área de vegetação de Mata Atlântica da Serra de Baturité, com suas nascentes de rios, vertentes e solos. Fica a 600 metros acima do nível do mar e oferece clima e temperatura agradáveis, com cachoeiras e trilhas que atraem visitantes e favorecem a realização de eventos culturais e esportivos para a região.

Desafios

“Temos desafios e problemas a serem enfrentados, mas com parceria e diálogo com moradores do entorno estamos exercendo o nosso papel de educação e defesa ambiental”, pontuou a gestora da unidade, Patrícia Jacaúna. “Queremos que os moradores tenham o sentimento de pertencimento”. Por conta dos atrativos naturais, a área é alvo de constante especulação imobiliária.

Neste segundo semestre, por conta do aumento no número de queimadas - assim como acontece na Amazônia e no Pantanal -, os gestores da APA estão em situação de alerta.

“O tempo está mais quente, a mata nativa seca e os ventos fortes são fatores que contribuem para ocorrência de queimadas, por isso estamos em alerta”, frisou Patrícia Jacaúna. “Na APA, enfrentamos caçada ilegal e especulação imobiliária, mas não temos tido problemas de fogo. Há ocorrência no entorno, mas fazemos vistoria e orientação aos agricultores”. 

Recentemente, a APA também recebeu obras de infraestrutura: nova sede, o posto da Polícia Militar Ambiental (PMA), em Guaramiranga, e houve a criação do Refúgio da Vida Silvestre Periquito-da-Cara-Suja. A unidade conservacionista é a primeira e mais extensa do Ceará, com mais de 32 mil hectares, mantendo uma biodiversidade de valor ecológico importante.

O Refúgio da Vida Silvestre é prova disto e abriga a espécie endêmica do Nordeste que já esteve em risco iminente de extinção. A área resulta de uma parceria entre a Secretaria Estadual do Meio Ambiente e a Associação de Pesquisa e Preservação de Ecossistemas Aquáticos (Aquasis). A Associação faz a gestão compartilhada do espaço protegido. 

Comemoração

Como forma de comemorar três décadas de implantação da APA, que abrange os municípios de Pacoti, Aratuba, Baturité, Capistrano, Caridade, Guaramiranga, Redenção, Mulungu e Palmácia, nesta sexta-feira (18), será realizada uma solenidade à distância (live) com a participação de ex-gestores e do titular da secretaria de Meio Ambiente do Estado.

Serão lançados cinco vídeos referentes às ações desenvolvidas na APA e haverá uma apresentação do trabalho do Batalhão da PMA. Outras atividades remotas serão realizadas por meio da plataforma Google Meet e Instagran. Os festejos encerram neste sábado (19), com a publicação de um vídeo sobre o Dia Mundial de Limpeza. 

Participam do evento online, que acontece dia 18 (sexta-feira), às 10h, o ex-governador do Ceará, Lúcio Alcântara; o analista ambiental do Ibama, e antigo gestor da APA da Serra de Baturité, Alexandre Brito e o secretário Artur Bruno. A moderação do encontro será feita por Patrícia Jacaúna, gestora da APA. 

A unidade tem a gestão da Sema. “O objetivo dessa unidade é possibilitar um melhor controle sobre o ecossistema da Serra de Baturité, visando à proteção das comunidades bióticas nativas, as nascentes dos rios, as vertentes e os solos”, pontua Patrícia Jacaúna. “O nosso esforço é para o uso sustentável da região”

Programação   

Dia: 17 de setembro (Quinta-feira) 

  • Exibição do vídeo Batalhão da Polícia Ambiental – BPMA  
  • Hora: 13h30 
  • Plataformas: YouTube da Sema 

Dia 18 de setembro (Sexta-feira) 

  • Live - APA da Serra de Baturité – 30 anos. 
  • Hora: 10h 
  • Vídeo: Conquistas da Unidade de Conservação da APA da Serra de Baturité. 
  • Plataformas: YouTube da SEMA   

Dia19 de setembro (Sábado) 

  • Hora: 10h 
  • Vídeo: Dia Mundial de Limpeza 
  • Plataformas: Instagram da UC 

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre as regiões do Ceará