Camilo Santana tem o maior engajamento entre governadores nas redes sociais

Publicação do cearense com crítica indireta ao presidente teve a maior repercussão no Instagram

Legenda: Camilo Santana tem intensificado a presença nas redes sociais
Foto: Fabiane de Paula

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), lidera o ranking nacional de governadores mais influentes nas redes sociais. Ao longo de um ano, entre 1º de março de 2020 e a mesma data neste ano, o cearense realizou 2.783 publicações no Twitter, no Facebook ou no Instagram.

Desse total, em média, ele recebeu 25.256 interações a cada postagem. O levantamento foi realizado pela plataforma MonitoraBR e divulgado nesta segunda-feira (8), pelo jornal O Globo. 

O engajamento corresponde à soma do total de reações, respostas e compartilhamentos em cada publicação, dividido pelo número de postagens. Além de Camilo, estão no topo da lista Romeu Zema (NOVO), de Minas Gerais; Eduardo Leite (PSDB), do Rio Grande do Sul; Flávio Dino (PCdoB), do Maranhão; João Doria (PSDB), de São Paulo; e Rui Costa (PT), da Bahia. Esses políticos alcançaram mais de 10 mil interações médias nas redes. 

Comparando Camilo Santana ao segundo colocado no ranking, Romeu Zema, é possível notar uma liderança isolada do petista. Enquanto cada publicação do cearense tem, em média, mais de 25 mil interações, as postagens do mineiro chegam a 18,5 mil. 

O governador do Ceará tem ainda a maior variação positiva no número de seguidores no Instagram. Em um ano, ele ganhou 661.473. Em segundo lugar está Rui Costa, com 375.167. Já no Facebook, a liderança é do baiano, que teve um acréscimo de quase 140 mil seguidores, enquanto o cearense acumula 116 mil.

Crescimento em meio à crise

Ainda conforme o levantamento, Camilo Santana e João Doria são os dois governadores com publicações citandos os termos “pandemia” ou “Covid” que tiveram maior repercussão ao longo do último ano. 

No Facebook, o destaque é do governador de São Paulo comemorando a primeira aplicação da vacina. Foram 112 mil interações. Já Camilo teve 125 mil interações com um post feito no mês passado, quando ele disse que “aqueles que debocham da ciência, ignoram a luta dos profissionais de Saúde e (...) desrespeitam a dor de milhares de famílias”, em crítica indireta ao presidente. 

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre política