Libanês que já morou no Ceará relata momento das explosões em Beirute: 'o carro perdeu a direção'

Joseph Hage perdeu o controle do automóvel que dirigia no momento das explosões; apesar das especulações, o comerciante não acredita que a causa se trate de um atentado

fotografia de homem observando os estragos que a explosão causou em Beirute
Legenda: Explosões causaram estragos de grandes proporções em Beirute
Foto: AFP

Explosões de grandes proporções atingiram a zona portuária de Beirute, capital do Líbano na última terça-feira (4). Joseph Hage, comerciante libanês que viveu no Ceará durante 20 anos, relatou ao Diário do Nordeste o momento dos estouros. "Eu senti o chão tremendo", diz. 

As explosões deixaram pelo menos 137 mortos e 5.000 feridos na capital libanesa, segundo balanço divulgado pelo Ministério da Saúde do país. Além disso, 300 mil ficaram desabrigados. A causa das explosões ainda é incerta.

> Vídeos flagram impacto das explosões em Beirute durante missa e ensaio de noiva; veja
> Veja como era e como ficou a região das explosões no Líbano

O comerciante trabalha na região do porto de Beirute, mas, no momento em que as explosões aconteceram, Joseph estava dirigindo.

​"O carro perdeu a direção até bater num acostamento. Foi uma explosão muito grande", conta.

Mesmo distante do local, Joseph revela ter sentido o impacto. "Senti o impacto, a força da explosão. Não só eu como várias pessoas tiveram acidentes por causa desse impacto", afirma.

arte

O tremor foi sentido lugares a quilômetros de distância do porto e o barulho chegou a ser ouvido em países como República Tcheca, Grécia e Chipre.

Causa das explosões

Apesar das especulações de um possível atentado vindo de Israel, Joseph descarta a possibilidade, acreditando se tratar apenas de um acidente com as 2.750 toneladas de nitrato de amônia armazenadas, como divulgado pelo governo. "Foi uma explosão gigantesca, uma devastação. Não acho que foi um atentado, tudo indica que foi um acidente", revela.

Com parentes e filhos cearenses, Joseph lamenta pelas muitas famílias que perderam seus entes mas agradece por estar a salvo.

Você tem interesse em receber mais conteúdo internacional?