Variante indiana faz Camilo pedir a Anac e Anvisa medidas de controle no Aeroporto de Fortaleza

O governador disse, ainda, ter solicitado reforços para esse controle também nos aeroportos que possuem conexão com o Ceará

Aeroporto Internacional de Fortaleza
Legenda: O governador Camilo Santana pediu medidas de controle sanitário no Aeroporto Internacional de Fortaleza
Foto: Camila Lima

Em virtude da variante indiana do coronavírus em circulação no País, o governador Camilo Santana enviou ofícios aos presidentes da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e da Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa), nesta segunda-feira (24), solicitando medidas para controle sanitário no Aeroporto Internacional de Fortaleza. 

Em comunicado nas redes sociais, o governador disse, ainda, ter solicitado reforços para esse controle também nos aeroportos que possuem conexão com o Ceará, seja de origem ou destino.

"O Governo do Estado oferecerá toda estrutura de apoio necessária, durante o tempo que for preciso, para que esse controle sanitário seja realizado da forma mais eficiente possível. Não temos medido esforços para evitar a propagação do vírus em nosso estado", disse Camilo Santana. 

Anúncio de Camilo
Legenda: Nas redes sociais, o governador disse ter pedido medidas de controle sanitário no aeroporto de Fortaleza
Foto: Reprodução

Em Fortaleza, a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) monitora um caso suspeito da B.1617. O paciente é um homem de 35 anos vindo da Índia, que desembarcou na Capital em 9 de maio.

Segundo a Sesa, ele teve resultado positivo para Covid-19 em dois exames RT-PCR nos dias 10 e 11. No dia 18 de maio, o viajante fez novo teste, que, desta vez, deu negativo para a doença. 

Conforme a Sesa, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) reanalisa a amostra do exame do paciente e deve concluir o isolamento genético até o fim desta semana, para confirmar a presença da variante. 

Casos confirmados no Brasil

Os primeiros casos da variante no Brasil foram confirmados na quinta-feira (20), no Maranhão. Os pacientes diagnosticados são tripulantes do navio indiano MV Shandong da Zhi, que chegou no litoral do Maranhão.

Dos 15 casos de Covid-19 entre tripulantes do Navio, em seis foram identificadas a B.1.617.2. 

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza