Vacinação no Ceará de criança de 5 a 11 anos contra Covid-19 começa no fim de semana

Camilo Santana reforçou necessidade de cadastro para público receber o imunizante

Escrito por Redação,

Metro
Ceará irá receber 4,02% do total de doses recebida na primeira remessa do governo federal
Legenda: Ceará irá receber 4,02% do total de doses recebida na primeira remessa do governo federal
Foto: Ministério da Saúde/Myke Sena

O governador Camilo Santana anunciou, na manhã desta quinta-feira (13), que o Ceará chegou a 183 mil cadastros de crianças entre 5 e 11 anos que devem ser vacinadas contra a Covid-19 no Ceará. O público total da faixa etária é de 904 mil em todo o Estado. Nas redes sociais, ele reforçou a necessidade do cadastro na plataforma estadual de vacinação e informou que a imunização começa no fim de semana. 

"Bom dia a todas e a todos! Superamos as 183 mil crianças entre 5 e 11 anos cadastradas no sistema de vacinação da Secretaria da Saúde, de um total de 904 mil em todo o estado. Reitero a importância de os pais ou responsáveis realizarem esse cadastro o quanto antes na página Vacinação Covid", pediu Camilo Santana.

Ainda em publicação, o governador destacou que as vacinas pediátricas da Pfizer devem chegar ao Ceará nesta sexta-feira (14) e a imunização será iniciada até o fim de semana. 

Vacinas chegaram ao Brasil na madrugada de hoje

O governo federal anunciou a chegada das vacinas às 4h45 desta quinta-feira (13). Os primeiros imunizantes contra a Covid-19, destinadas a crianças de 5 a 11 anos, chegam em remessa de 1,2 milhão de doses da Pfizer. O Ministério da Saúde recebeu as doses no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP).

De acordo como a pasta federal de saúde, devem chegar, no primeiro trimestre, quase 20 milhões de doses pediátricas, destinadas ao público-alvo de 20,5 milhões de crianças. Em fevereiro, a previsão é que sejam entregues mais 7,2 milhões, e em março, 8,4 milhões.

A distribuição será feita na seguinte proporção (confira o percentual da população de 5 a 11 anos por estado):

Região Nordeste (28,43%)

Alagoas - 1,77%
Bahia - 7,07%
Ceará - 4,42%
Maranhão - 4,02%
Paraíba - 1,89%
Pernambuco - 4,80%
Piauí - 1,62%
Rio Grande do Norte - 1,67%
Sergipe - 1,17%

Região Norte (11,05%)

Acre - 0,57%
Amazonas - 2,77%
Amapá - 0,55%
Pará - 4,99%
Rondônia - 0,93%
Roraima - 0,38%
Tocantins - 0,86%

Região Centro-Oeste (8,17%)

Distrito Federal - 1,30%
Goiás - 3,55%
Mato Grosso do Sul - 1,47%
Mato Grosso - 1,85%

Região Sudeste (39,18%)

Espírito Santo - 1,93%
Minas Gerais - 9,02%
Rio de Janeiro - 7,49%
São Paulo - 20,73%

Região Sul (13,17%)

Paraná - 5,25%
Rio Grande do Sul - 4,73%
Santa Catarina - 3,19%