Sarto Nogueira envia para a Câmara pacote de auxílios para a população na pandemia

Três mensagens compõem pacote de ações de proteção social que beneficiará, ao todo, 392 mil pessoas

sarto assina documento
Legenda: Os benefícios foram concedidos à população vulnerável e trabalhadores da cultura de Fortaleza.
Foto: Reprodução

O prefeito Sarto Nogueira enviou para a Câmara dos Vereadores, nesta segunda-feira (15), três projetos de lei que preveem o investimento de R$ 31 milhões e compõem pacote de auxílio à população vulnerável, a empreendedores e aos trabalhadores da cultura de Fortaleza.

Durante live nas redes sociais, o prefeito fez a assinatura simbólica dos projetos, que devem auxiliar 392 mil pessoas na Capital, impactados de forma negativa pela pandemia de Covid-19. 

Entre eles, segundo destaca o prefeito, quase 6 mil pessoas cadastradas em programas sociais da Prefeitura, por meio do Projeto Renda em Casa, que receberão o auxílio no valor de R$ 200, dividido em duas parcelas. 

Serão distribuídas 30 mil cestas básicas para motoristas de aplicativo, mototaxistas, taxistas, motoristas de transporte escolar, catadores e carroceiros.

O auxílio de R$ 200 também está previsto para quase 4 mil artistas vinculados à Secretaria da Cultura de Fortaleza (Secultfor)

Ainda pelo projeto, o Cartão Missão Infância, que atualmente é de R$ 50 e beneficia 6 mil pessoas, passará a ser de R$ 100 por três meses. 

"Tenho certeza que vereadores vão avaliar rapidamente para, se for possível ainda esta semana, a gente possa liberar esse auxílio emergencial", disse o prefeito. 

Confira as medidas:

  • Auxílio emergencial por 2 meses para 5.496 pessoas
  • Distribuição de 30 mil cestas básicas por 2 meses para motoristas de aplicativo, táxi e motoristas de transporte escolar, além de carroceiros
  • Auxílio emergencial de R$ 100 por dois meses para a área cultura, que beneficiará 3.729 pessoas 
  • Aumentar o valor do cartão Missão Infância de R$ 50 para R$ 100 por três meses
  • Bolsa Família: entrega de cestas básicas para beneficiar 108 mil pessoas cadastradas que não recebem nenhum tipo de benefício por três meses
  • Distribuição de kits de alimentação para 239 mil alunos matriculados na rede pública municipal
  • Entrega diária de mil quentinhas e 400 sopas pelo Programa Restaurante Popular para pessoas em situação de rua e vulneráveis pelos próximos quatro meses
  • Disponibilização de locais de banho e dormitórios para pessoas em situação de rua
  • Manutenção de três novos abrigos com 40 vagas  para atendimento de crianças e adolescentes, pelo período de 12 meses

 

 

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza