MPCE e MPF pedem que profissionais que atuam na linha de frente de combate à Covid sejam prioridade

Idosos acima de 75 anos também devem fazer parte de grupo prioritário de vacinação

Legenda: A Sesa e a SMS, após o encontro, comprometeram-se em reavaliar a priorização dos profissionais, conforme o solicitado.
Foto: Camila Lima

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) e o Ministério Público Federal (MPF) pediram prioridade na 1ª fase da vacinação a idosos acima de 75 anos e profissionais de saúde que atuam em hospitais de saúde com pacientes de Covid-19, seguidos por trabalhadores de outros hospitais e unidades de atendimento. 

Os órgãos se reuniram virtualmente, nesta segunda-feira (25), com as secretarias da Saúde do Estado (Sesa) e do Município de Fortaleza (SMS), além da Procuradoria Geral do Estado. No encontro, o MP requereu que os profissionais de saúde que atuam em hospitais que atendem pessoas com Covid-19 sejam seguidos, na ordem de prioridade, pelos profissionais de saúde que trabalham em outros hospitais e aqueles que atuam em outras unidades de atendimento. Também foi solicitado que a imunização ocorra nas unidades dos próprios trabalhadores. 

Na reunião, ficou decidido que os idosos da Capital que tenham 75 anos ou mais devem prosseguir com o agendamento para vacinação pelo aplicativo ou pelo site disponibilizados pela Prefeitura. 

A Sesa e a SMS, após o encontro, comprometeram-se em reavaliar a priorização dos profissionais, conforme o solicitado. As pastas também garantiram que farão planejamento prévio para as próximas etapas de vacinação. Nelas, todos os municípios do Ceará serão orientados a apresentarem um censo prévio de quantas pessoas compõem os grupos prioritários em cada cidade, bem como fazerem uma estratificação mais detalhada por grupo etário.  

As secretarias também informaram, no encontro, que as doses dos imunizantes produzidos pela Farmacêutica AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford serão utilizadas exclusivamente para a imunização da população de idosos com mais de 75 anos.

A Sesa e a SMS também acrescentaram que os idosos já cadastrados desde domingo (24) pelo aplicativo receberão e-mail e que a data para aplicação das vacinas neles será reagendada pelo Município. 

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza