Média diária de testes rápidos feitos no Ceará cresce 69% de maio para junho

Em 17 dias do mês de junho, o número de testes rápidos realizados em todo o mês de maio foi ultrapassado

Ao todo, foram realizados 116.454 testes rápidos em junho
Legenda: Foram realizados 116.454 testes rápidos em junho no Ceará
Foto: Helene Santos

No mês de junho, foram feitos 116.454 testes rápidos para detectar a presença de anticorpos do Covid-19 no organismo dos cearenses. O número corresponde a uma média diária de 3.881 exames. Essa quantidade é 69% maior do que a média de testes realizados por dia em maio, no período do dia 1º ao 30, quando a taxa era de 2.293. As informações são do portal IntegraSUS, que reúne dados da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa).

 

Observando os dados, é possível perceber o crescimento do número de testes disponíveis com o passar dos dias. Em 1º de maio, foram feitos 565 testes rápidos no Estado. Já na terceira semana do mês, os números chegavam a mais de 3 mil testes desse tipo feitos em um só dia. No dia 29 de maio, o pico de testagem do mês, foram 4.594 kits de diagnóstico realizados. Em junho, a tendência de aumento continuou e o pico aconteceu no dia 15, com 7.020 testes feitos. 

Já foram feitos 280.893 testes para detectar coronavírus no Ceará, sendo mais da metade deles do tipo teste rápido (196.460). Junho concentrou 59,2% do número de exames desse tipo feitos em todo o período da pandemia. Em apenas 17 dias do mês passado foram feitos mais exames do que em 30 dias de maio. Ainda de acordo com o IntegraSUS, o Ceará tem taxa de 33,23 testes por mil habitantes, sendo o estado com maior quantidade de exames do Nordeste.

No fim de maio, o governador Camilo Santana anunciou a compra e distribuição de mais 280 mil kits de diagnóstico para Fortaleza e para os municípios do Interior. Atualmente, a Capital ainda é a cidade com maior número de testes realizados, com 84.635. Ela é seguida de Sobral (13.218), Juazeiro do Norte (8.556) e Caucaia (7.170).