Mais de 17 mil doses da vacina da Pfizer e 255 mil da AstraZeneca chegam ao Ceará nesta segunda (3)

O governador Camilo Santana confirmou a remessa em publicação nas redes sociais

Legenda: Ceará irá receber novo lote de vacinas contra a Covid-19
Foto: Ministério da Saúde

O Ceará irá receber novo lote com 273,3 mil doses da vacina contra a Covid-19, conforme anunciou o governador Camilo Santana em publicação nas redes sociais na tarde deste domingo (02).

O voo, previsto para chegar às 15h35 em Fortaleza, irá trazer 255,7 mil doses da vacina AstraZeneca e outras 17,5 mil da vacina da Pfizer.

"Continuamos lutando por mais vacinas para todos os cearenses", afirmou o chefe do Executivo cearense.

A previsão inicial era que o Estado recebesse apenas metade do lote da Pfizer nesta segunda (03).

Segundo a Secretaria da Saúde do Estado, as doses da Pfizer serão aplicadas somente em Fortaleza, por necessitar de uma logística específica com baixas temperaturas. A organização segue recomendação do Ministério da Saúde (MS).

O imunizante deverá ser disponibilizado para pessoas do grupo da 3ª fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19.

Últimas remessas

Na noite deste sábado, uma remessa com 11,6 mil doses da CoronaVac desembarcou na Capital. Na data, Santana já havia revelado a chegada de novo lote da AstraZeneca.

Na última quinta-feira (29), em meio ao atraso da 2ª aplicação, o Estado recebeu outro lote. A remessa continha 192.050 doses, sendo somente 3,8 mil da CoronaVac e 188.250 da AstraZeneca.

LOTES QUE JÁ CHEGARAM AO CEARÁ

1º Lote (18/1/2021) 229.200 doses - Coronavac/Sinovac
2º Lote (23/1/2021) 72.500 doses - Oxford/AstraZeneca
3º Lote (25/1/2021) 33.200 doses - Sinovac/Butantan
4º Lote (6/2/2021) 115.000 doses - Sinovac/Butantan
5º Lote (24/2/2021) 80.500 doses - Oxford/AstraZeneca
6º Lote (24/2/2021) 49.200 doses - Sinovac/Butantan
7º Lote (3/3/2021) 115.600 doses - Sinovac/Butantan
8º Lote (10/3/2021) 109.800 doses - Sinovac/Butantan
9º Lote (17/3/2021) 187.400 doses - Sinovac/Butantan
10º Lote (20/3/2021) 162.600 doses - Sinovac/Butantan e 20.250 doses - Oxford/AstraZeneca 
11º Lote (26/3/2021) 124.400 doses - Sinovac/Butantan e 33.700 doses - AstraZeneca
12º Lote (1º/4/2021) 371.750 doses - 344 mil doses de CoronaVac e 27.750 de AstraZeneca
13º lote (8/4/2021) 170.450 doses - 91.250 doses de AstraZeneca e 79.200 da CoronaVac
14º lote (16/4/2021) 234.700 doses - 141.500 da AstraZeneca e 93.200 da CoronaVac
15º lote (23/4/2021) 128 mil doses - 103 mil doses da AstraZeneca e 25 mil da CoronaVac
16º lote (29/4/2021) 192.050 doses - 3,8 mil doses da CoronaVac e 188.250 da AstraZeneca
17º lote (1/4/2021) 11,6 mil doses - CoronaVac

NOVAS DOSES

O Ministério explica que a estratégia de distribuição de vacinas é revisada semanalmente em reuniões entre os governos federal, estaduais e municipais, observando as confirmações do cronograma de entregas por parte dos laboratórios.

O objetivo é garantir a cobertura do esquema vacinal no tempo recomendado de cada imunizante: quatro semanas para a vacina do Butantan e 12 semanas para as doses da Fiocruz. 

O Ministério ainda reforça a recomendação para que a população tome a segunda dose da vacina Covid-19, mesmo que a aplicação ocorra fora do prazo recomendado pelo laboratório, para assegurar a proteção adequada contra a doença. 

 

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza