Hospital Leonardo da Vinci tem ampliação para 59 UTIs de atendimento a casos de Covid-19

A meta, segundo Santana, é chegar a 130 UTIs só nesta unidade

Escrito por Redação,

Metro
Legenda: Hospital Leonardo da Vinci
Foto: Foto: Divulgação/ Governo do Ceará

O Hospital Leonardo da Vinci teve os leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) ampliados de 30 para 59 leitos, segundo anúncio feito pelo governador do Ceará, Camilo Santana, neste sábado (18). O hospital foi reativado em Fortaleza no último mês, exclusivamente para o tratamento da Covid-19. A meta, segundo Santana, é chegar a 130 UTIs só nesta unidade, além de todos os leitos de enfermaria, para atender pacientes com o novo coronavírus. 

O governador afirmou que continua agindo "de forma emergencial" para garantir a ampliação da rede estadual de saúde pública no Ceará. De acordo com ele, foram montadas 261 UTIs no Estado nas últimas semanas para absorver a demanda de pacientes do novo coronavírus. O chefe do executivo estadual também falou sobre a dificuldade de adquirir respiradores para atender os pacientes com a nova doença. 

"A maior dificuldade é da compra de respiradores, pela alta demanda no mundo inteiro e a falta desse aparelho. Mas continuamos cada vez mais firmes nessa luta", disse. 

Mortes por Covid-19 em Fortaleza

Infectados no Ceará

Em nova atualização do IntegraSUS às 14h deste sábado (18), o número de pacientes infectados pelo novo coronavírus no Ceará subiu para 3.034. Já os óbitos também saltaram para 176

O boletim epidemiólogico anterior, publicado às 9h, indicava 2.955 casos e 162 mortes. Os dados, disponibilizados pela Secretaria da Saúde (Sesa), apontam que a taxa de letalidade chega a 5,8%. 

Dos 184 municípios cearenses, 85 já anotam confirmações da Covid-19. Fortaleza tem o maior volume de infecções e óbitos.

Assuntos Relacionados