HFG começa a desativar duas das três unidades de campanha para pacientes com Covid-19

Secretaria da Saúde ponderou que segue avaliando os indicadores da pandemia para reativar leitos em caso de necessidade

Escrito por Redação, metro@svm.com.br

Metro
hospital de campanha hgf
Legenda: Principal unidade de campanha do HGF continuará em funcionamento
Foto: Kid Junior

Duas das três unidades de campanha usadas para acolher pacientes com Covid-19 no Hospital Geral de Fortaleza (HGF) começaram a ser desmontadas em função do "maior controle dos índices epidemiológicos", explicou em nota a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa).

A Pasta informou que os dois equipamentos em processo de desativação haviam sido entregues durante a segunda onda da pandemia, no início deste ano, quando o Ceará chegou a ofertar 5.205 leitos exclusivos para Covid, sendo 3.858 de leitos de enfermaria e 1.347 de UTI. 

O HGF, no entanto, seguirá com a principal unidade de campanha, cuja montagem ocorreu ainda na primeira onda, em 2020.  

"É importante destacar que serão preservadas diversas unidades de campanha, atendendo também a outros perfis de pacientes. A desativação planejada garante ao Estado maior eficiência na gestão dos recursos da Saúde", disse a Sesa.

Contexto epidemiológico

A secretaria atribui a desaceleração da Covid-19 no Ceará às medidas de contenção social e econômica, como o isolamento social rígido, e ainda ao avanço da vacinação nos 184 municípios.

Apesar da melhora dos índices epidemiológicos, a secretaria garante que segue avaliando diariamente os casos, mortes e internações para "reativar leitos de forma célere", caso haja necessidade.

Dados da plataforma IntegraSUS atualizados às 22h40 dessa sexta-feira (29) mostram que o Ceará soma 943.426 casos de Covid-19 e 24.496 óbitos de pessoas que não resistiram às complicações da doença. 

Já em relação ao alcance vacinal, o Estado aplicou 11.551.050 doses de imunobiológicos anticovid, sendo 6.475.028 de D1, 4.716.369 de D2, 169.474 doses únicas e 188.123 doses de reforço.