Coronavírus: 39 internados com Síndrome Respiratória Aguda Grave foram curados no Ceará

O boletim epidemiológico da Secretaria da Saúde refere-se a 100 casos de pacientes com a síndrome e resultados positivos para a Covid-19

Um total de 39 pessoas entre as 100 internadas com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) causada por novo coronavírus foram curadas no Ceará, conforme boletim epidemiológico da Secretaria da Saúde divulgado na noite desta terça-feira (7). O número se refere a hospitalizados por SRAG com resultados positivos para a Covid-19. 

> Veja cobertura sobre o novo coronavírus

Calendário de saques, inscrições e condições: veja o que já se sabe sobre o auxílio emergencial

Destes, ainda há 21 pacientes hospitalizados, enquanto outros 40 morreram. Até as 17h35 desta terça, a plataforma IntegraSUS indicava 1.188 pessoas diagnosticadas com a Covid-19 no Ceará.

Diabetes

Dos 100 internados, 68 possuiam o histórico de doenças crônicas, dentre os quais 27 tinham diabetes, 24 sofriam com doenças cardiorrespiratórias e cinco sofriam doença renal crônica. 

O maior número de internados com SRAG em decorrência de coronavírus está contabilizado em Fortaleza, somando 79, dos quais 30 vieram a óbito. As outras mortes foram nos municípios de Aracati, Cariús, Eusébio, Farias Brito, Iguatu, Itaitinga, Jaguaribe, Maracanaú, Santa Quitéria e Tianguá, sendo uma em cada. 

Faixa etária

Os homens entre 50 e 59 anos (15%) e as mulheres entre 40 e 49 anos (8%) representam as principais faixas etárias dos hospitalizados por SRAG em decorrência de coronavírus. Em geral, os sintomas apresentados são febre, tosse e dispneia, ou seja, a dificuldade para respirar.

 

 

 


Categorias Relacionadas


Roberta Souza 30 de Maio de 2020