Ceará ultrapassa 180 mil casos confirmados de Covid-19, com 7.839 mortes

Mais de 152 mil pessoas já se recuperaram da doença

foto
Legenda: Escolas de Fortaleza terão testagem em massa para a Covid-19, segundo a Secretaria Estadual de Saúde
Foto: Camila Lima/SVM

O Ceará ultrapassou os 180 mil casos confirmados de Covid-19 nesta quarta-feira (5), com 181.323 confirmações da doença e 7.839 mortes. Os dados são plataforma IntegraSUS, atualizada às 9h14 pela Secretaria Estadual de Saúde.

A marca de 170 mil casos foi ultrapassada no dia 30 de julho, há seis dias. O intervalo de tempo entre as confirmações dos 170 mil registros e os 160 mil casos foi de cinco dias.  

O Estado tem 152.613 pessoas recuperadas. Há ainda 604 mortes em investigação e 80.362 casos suspeitos do novo coronavírus. Já foram realizados 486.696 testes para identificar o vírus. 

A mortalidade da doença, proporção entre os índices de casos e mortes, está em 4,3%. Dentre as mortes, seis ocorreram nas últimas 24h.

Fortaleza concentra 42.593 casos confirmados e 3.720 óbitos. Na Grande Fortaleza, que está na fase 4 do plano de reabertura econômica, já foram liberados cerca de 600 leitos que eram para pacientes com Covid-19.

As outras duas cidades que ultrapassaram os 10 mil diagnósticos positivos são Juazeiro do Norte (10.643) e Sobral (10.069). Juazeiro, que chegou ao segundo lugar no número de casos nesta terça-feira (4), registra 226 óbitos. Em Sobral, na Região Norte, 288 pessoas não resistiram à doença.

Na macrorregião de Fortaleza, Maracanaú contabiliza 5.439 casos confirmados e 233 mortes. Caucaia, segunda cidade em número de mortes, tem 5.108 diagnósticos positivos e 320 óbitos. Maranguape contabiliza 4.188 casos e 107 falecimentos.

O número de casos também chama atenção nos municípios de Crato (3.636). Quixadá (2.941), Tianguá (2.798), Acaraú (2.498) e Itapipoca (2.300).

> Pelo menos 16 crianças no Ceará são monitoradas com doença pós-Covid

> Ceará tem média de 200 ocorrências diárias de descumprimento do isolamento

> Covid-19: taxa de letalidade é até 18 vezes mais alta na periferia

O IntegraSUS aponta que a ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensia (UTI) no Ceará é de 69,13%. Já nos leitos de enfermagem, a ocupação é de 35,71%.

A plataforma indica que os hospitais Antônio Prudente, São Vicente e o Hospital Universitário Walter Cantídio estão com as UTIs 100% ocupadas.

Você tem interesse em receber mais conteúdo da cidade de Fortaleza?

Assuntos Relacionados


Redação 20 de Setembro de 2020