Ceará tem mais 169 mortes por Covid-19 confirmadas nas últimas 24h; casos chegam a 36,1 mil

Ao todo, Secretaria de Saúde do Estado contabiliza 2.493 óbitos e 36.185 contaminações pelo novo coronavírus, segundo a plataforma IntegraSUS, atualizada às 17h39 desta segunda-feira (25)

Subiu para 2.493 o número de óbitos por Covid-19 no Estado do Ceará, um aumento de 169 confirmações nas últimas 24 horas. O dado é da plataforma IntegraSUS, atualizada às 17h39 desta segunda-feira (25). Os casos confirmados alcançaram 36.185, sendo 590 no mesmo período. Apesar de contabilizadas agora, as mortes podem ter ocorrido em outras datas, em razão dos resultados dos testes para detectar a presença do vírus.

A letalidade da doença é de 6,9%. A capital Fortaleza é o epicentro, com 20.146 infectados, concentrando 55,6% do total. Em seguida há Caucaia (1.226), da Região Metropolitana, e Sobral (1.159), a cidade com mais registros no interior.

A Secretaria de Saúde (Sesa) informou também que são investigados 46.893 possíveis casos e 771 óbitos suspeitos. O número de exames aplicados é de 88.343.

O índice de recuperados é 22.456. A taxa de ocupação de leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) está em 87,92% no Ceará, enquanto a de enfermeiras está em 72,18%.

> PF investiga prejuízo de R$ 25,4 milhões de recursos destinados à compra de respiradores em Fortaleza

> Dois homens são detidos suspeitos de organizarem festa com aglomeração em Juazeiro do Norte

Estados planejam reabertura do comércio; Maranhão começa nesta segunda

Salões e barbearia continuam fechados no Ceará

Os salões de beleza e as barbearias vão continuar fechados no Ceará. A decisão é do ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), que julgou, neste domingo (24), um recurso apresentado pelo Governo do Estado contra uma ordem de reabertura concedida pelo Tribunal de Justiça do Ceará.

O pedido de reabertura tinha sido apresentado pelo sindicato da categoria, citando um decreto do presidente Jair Bolsonaro que incluiu salões, barbearias e academias como serviços autorizados a funcionar durante a pandemia da Covid-19. Só que o ministro do STF reconheceu a competência estadual de manter esses estabelecimentos fechados por precaução. 

 

Mortes por Covid-19 em Fortaleza

 



Redação 03 de Julho de 2020