Ceará emite alerta sobre sintomas após registro de nove casos suspeitos da 'doença da urina preta'

Profissionais de saúde devem ficar atentos ao quadro clínico e notificar os casos

Peixes
Legenda: Segundo a Sesa, foram contaminados quatro homens e cinco mulheres
Foto: Marcello Camargo / Agência Brasil

Após registrar nove casos suspeitos da Síndrome de Haff, conhecida como “doença da urina preta", a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) emitiu alerta sobre os sintomas a serem observados em pacientes atendidos nas unidades de saúde no Estado. A nota foi publicada nesta quarta-feira (15). 

Segundo a Sesa, todos os casos suspeitos devem ser notificados por ser tratar de um evento de saúde pública. Os profissionais da área devem ficar atentos aos pacientes que relatarem os sintomas listados abaixo. 

Veja os sintomas:

  • Dor e rigidez no sistema muscular;
  • Dificuldade de andar;
  • Falta de ar;
  • Perda de forças;
  • Dor no estômago;
  • Dormência;
  • Diarreia;
  • Mudança na tonalidade da urina.

A orientadora da Célula de Informação e Respostas às Emergências em Saúde Pública da Sesa, Sheila Santiago, explicou que é importante, ainda, investigar se houve consumo de crustáceos e pescados.

"A toxina encontrada nos animais pode ser advinda de algumas espécies de algas marinhas que servem de alimentos para os peixes e crustáceos”, observa

>> Leia o documento na íntegra

Nos casos em que houve a ingestão dos alimentos, com confirmação de sobras, a Vigilância Epidemiológica do município deve ser comunicada para realizar a coleta da amostra. As notificações devem ser feitas em até 24 horas a partir da suspeita inicial do caso ou surto.

Casos suspeitos no Ceará

Segundo a Sesa, são investigados quatro homens e cinco mulheres, com idade média de 51 anos.

Os sinais e sintomas relatados foram: mialgia de início súbito na região cervical (pescoço, trapézio, dorso) foi citada por quatro pessoas; mialgia de membros inferiores e superiores foi relatada por todos; urina escura também foi relatada por todos; artralgia foi citada por quatro e febre em um.

Desse total de casos, oito necessitaram de internação hospitalar para tratamento das queixas clínicas E um realizou acompanhamento ambulatorial. 

Dois pacientes precisaram de cuidados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), sendo um do sexo feminino, com idade de 24 anos, e outro do sexo masculino, de 81 anos.

O que é 'doença da urina preta'

Com causas ainda pouco conhecidas, a Síndrome de Haff se caracteriza por uma síndrome de rabdomiólise (ruptura de células musculares) sem explicação. Isso predispõe ocorrência súbita de extrema dor e rigidez muscular.

Os acometidos pela doença podem apresentar dores musculares intensas, atingindo principalmente a região cervical, membros inferiores e superiores.

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza