Atividades extracurriculares e transporte escolar são liberados

Além do Ensino Infantil na rede privada, cursos de idiomas, aulas práticas e estágios no Ensino Superior serão permitidos em Fortaleza e outros municípios.

Legenda: Transporte escolar está 100% liberado nesta nova fase do decreto do Governo do Estado, desde que respeitem-se normas de segurança
Foto: Kid Júnior

Aos poucos, a retomada de serviços presenciais voltados à Educação começa a ganhar espaço no processo de abertura das atividades econômicas e comportamentais no Ceará. Além do retorno do Ensino Infantil em unidades da rede particular, anunciado na sexta-feira (28) pelo Governo do Estado, também estão autorizadas as atividades extracurriculares presenciaiscursos de idiomas, música, informática, entre outros –, aulas práticas e estágios do Ensino Superior, e atividades de apoio à educação, que incluem transporte escolar, testes vocacionais e avaliações educacionais.  

Os serviços constam no decreto estadual nº 33.730, publicado no sábado (29), e serão permitidos a partir do dia 1º de setembro na Capital e nos demais municípios da região de saúde de Fortaleza. O documento determina que as atividades devem ocorrer sem contato físico e com até 100% da capacidade, desde que sejam respeitados os protocolos geral e específicos. 

Aulas teóricas e práticas de cursos de formação de condutores e pilotagem também foram autorizadas no novo decreto, contudo, mantendo até 35% da capacidade e também respeitando os protocolos geral e específicos. 

As aulas presenciais nas instituições de ensino públicas, porém, continuam suspensas. De acordo com o governador Camilo Santana (PT), a retomada em escolas públicas e em outras séries de escolas privadas serão avaliadas ao longo das próximas semanas. 

Para os setores da Educação que já tiveram suas atividades autorizadas, será preciso atenção aos protocolos de prevenção coronavírus. No que diz respeito espaço físico das escolas e cursos, determinou-se que alunos e professores mantenham uma distância mínima de 1,5 metro entre eles e as demais pessoas em todas as atividades presenciais.  

Também será necessário adicionar barreiras físicas, como telas flexíveis de plástico, ou intercalar a utilização dos espaços, como as pias dos banheiros, quando as estruturas não permitirem o distanciamento mínimo de um metro e meio de distância. 

 

Cuidado antecipado 

Segundo a coordenadora pedagógica da rede CNA Idiomas, Bárbara Guerra, algumas medidas já haviam sido tomadas no espaço físico dos cursos, à espera do momento de voltar às aulas. “Já temos aqueles aparelhos para medir a temperatura de longe, aquele tapete para colocar o alvejante e limpar as solas dos pés dos alunos. Pontos com álcool em gel espalhados pela escola. A gente tinha a esperança de ser liberado logo, então tudo isso já está feito”, afirma. 

As unidades do curso ainda não têm uma data específica para receber os alunos novamente, mas o dia será marcado tão logo a coordenação conclua a leitura do decreto. “Queremos fazer tudo corretamente, seguiremos todas as determinações para não ter o perigo de sofrer qualquer represália”, declara Bárbara Guerra. 

Como já era esperado, disponibilizar álcool em gel 70% em ambientes comuns é um dos requisitos descritos pelo Governo do Estado. “Deve-se ter um cuidado especial com o álcool, mantendo-o fora do alcance das crianças objetivando a segurança do corpo discente no ambiente da educação infantil”, destaca. 

Escolas e cursos também deverão reorganizar turmas e horários de intervalos para garantir que os alunos possam sentar-se mantendo distância igual ou superior a 1,5 metro entre si. O decreto orienta, ainda, a organizar rodízio entre os estudantes “para que seja reduzida a quantidade de alunos na instituição de ensino ao mesmo tempo, de acordo com os limites estabelecidos em cada etapa especial”. 

Será preciso organizar um escalonamento dos horários de entrada, saída e intervalo para evitar aglomerações, bem como reforçar os horários estabelecidos com os pais e demais responsáveis pelos alunos, para evitar atrasos e espera nas portarias. 

 

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza

Assuntos Relacionados