Polícia encontra carta em suposto esconderijo de Lázaro: ‘muitos merecem morrer’

O documento cita o trecho de uma fala do personagem Gendalf, da trilogia Senhor do Anéis

Lázaro Barbosa de Sousa
Legenda: Uma força-tarefa foi montada para perseguir e encontrar o fugitivo
Foto: reprodução

Uma carta foi encontrada pela Polícia no local onde Lázaro Barbosa de Sousa, 32 anos, teria usado como esconderijo na região da Edilândia, em Goiás. A força-tarefa empenhada em capturar o suspeito, que segue foragido há 10 dias após cometer uma série de episódios violentos no estado e no Distrito Federal, achou a folha de papel com um texto escrito à mão. As informações são do Metrópoles.   

No documento, redigido em caneta esferográfica na cor vermelha, o autor cita uma fala do personagem Gandalf, da trilogia Senhor dos Anéis, em que ele afirma que existem indivíduos que merecem morrer.   

“Muitos que vivem merecem morrer, alguns que morrem merece (sic) viver”, escreveu na folha.  

O trecho descrito no papel, apreendido pela Polícia, pertence ao livro A Sociedade do Anel. Na ocasião, o mago Cinzento explica ao personagem principal, Frodo, o perigo do julgamento apressado, e que nem os mais sábios veem uma situação de forma clara.  

A carta foi apreendida e encaminhada para a perícia. A investigação apura se Lázaro redigiu o texto ou apenas o carregava.   

A folha com o texto foi encontrada junto a cestos de palhas com frutas. No suposto esconderijo também havia uma mesa, coberta com uma toalha rosa. O local teria sido usado com ponto de apoio por Lázaro. Próximo ao imóvel existe uma região de mata ciliar que pode ter auxiliado na fuga do homem.   

Segundo informações da Polícia, Lázaro queima os objetos que carrega quando decide não mais usá-los, como roupas velhas e restos de comida. A investigação ainda aponta que ele costuma caminhar pelos leitos de rios e riachos para dificultar o trabalho de cães farejadores usados pelas forças policiais. 

 Leia o texto da carta na íntegra: 

"Muitos que vivem merecem morrer alguns que morrem merece (sic) viver. Você pode lhes dar vida? Então não seja tão ávido para julgar e condenar à morte. Mesmo os muitos sábios não conseguem enxergar tudo, assim como todos que vivem para ver tempos assim, não cabe a eles decidir. Temos de decidir apenas o que fazer com o tempo que nos é dado. Há outras forças agindo neste mundo além da vontade do mal" 

Lázaro estaria ferido  

Nesta quinta-feira (17), o suspeito foi avistado por um morador a 200 metros de uma chácara no município de Girassol. A Polícia foi até a localidade e trocou tiros com o criminoso, que teria ficado ferido após o confronto, mas conseguiu fugir.   

Segundo o secretário de Segurança Pública do Estado de Goiás (SSP-GO), Rodney Rocha Miranda, um cão da polícia farejou um pedaço de pano com sangue que teria sido usado por Lázaro, tentando estancar algum ferimento. "Ele pode ter ferimentos graves", disse o titular.   

"Ele desceu e foi para a mata. A equipe de cães apoiados pelo Bope [Batalhão de Operações Especiais] no encalço, ele tentou acertar os cachorros, os policiais o instalado e revidaram, ele entrou numa vala e a polícia perdeu o rastro dele", detalhou o secretário.  

Agentes da Força Nacional foram enviados a Goiás para ajudarem na procura do fugitivo e devem chegar nesta sexta-feira (18).  

"Não há nada de audacioso na conduta desse psicopata, ele está fugindo, ele não está no campo de conforto dele que é a mata, mas estamos apertando o cerco, saturando as áreas", afirmou Miranda.  

"Não podemos afirmar quando ele vai ser preso. Na última situação como essa, ele ficou 15 dias no mato na Bahia sem alimento, e só foi preso porque foi ferido", completou o gestor da pasta.  

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil