Adolescente é apreendido suspeito de matar os próprios irmãos, de 2 e 4 anos, no Rio de Janeiro

De acordo com a Polícia Civil, o crime foi motivado por ciúmes da mãe, além do ódio que ele nutria pelo padrasto, pai das vítimas

Adolescente é apreendido suspeito de matar os próprios irmãos, de 2 e 4 anos, no Rio de Janeiro
Legenda: De acordo com testemunhas, a mãe deles foi a um comércio da região e deixou o filho mais velho cuidando dos irmãos mais novos. Quando voltou, encontrou os corpos das duas crianças em chamas
Foto: Reprodução/Redes sociais

Um adolescente de 16 anos foi apreendido suspeito de ter matado os próprios irmãos, de dois e quatro anos, em Maricá, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. A captura foi realizada na segunda-feira (25), mesma data que o fato aconteceu. As informações são do G1.

De acordo com testemunhas, a mãe deles foi a um comércio da região e deixou o filho mais velho cuidando dos irmãos mais novos. Quando voltou, encontrou os corpos das duas crianças em chamas. Tentou salvá-los, mas eles não resistiram.

"Ela perguntou 'o que aconteceu?', aí ele falou para ela que tinha sido ele que tinha matado os irmãos", contou uma das vizinhas da família, Maria das Graças dos Santos.

Segundo a Polícia Civil, o adolescente é suspeito de ter asfixiado os irmãos, mediante esganadura e, depois, ter ateado fogo nas crianças ainda vivas.

Ciúmes e ódio

Também conforme as investigações, o crime foi motivado por ciúmes da mãe, além do ódio que nutria pelo padrasto, pai das vítimas.

O adolescente foi apreendido por fato análogo ao crime de homicídio qualificado por motivo fútil e encaminhado ao Departamento de Ações Socioeducativas (Degase).

Nota de pesar

Em nota, a Secretaria de Educação de Maricá emitiu uma nota de pesar pela morte de Vicente e Valentim Costa. Os irmãos eram alunos da rede municipal de ensino da cidade.

"A Secretaria de Educação de Maricá manifesta seu mais profundo pesar pelo falecimentos dos alunos Vicente Costa e Valentim Costa, ambos matriculados no Ceim Marilza Medina. Em nome de toda equipe, a secretária de Educação, professora Adriana Costa, manifesta solidariedade aos familiares e amigos, neste momento de profunda dor e perda".

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil