Cientista desenvolvedora da vacina de Oxford é ovacionada em abertura do torneio de tênis Wimbledon

Público aplaudiu de pé cientistas e profissionais da linha de fente da pandemia

Cientista desenvolvedora da vacina de Oxford é ovacionada em abertura do torneio de tênis Wimbledon
Legenda: Cientista chefe do desenvolvimento da vacina contra Covid-19 é ovacionada na abertura do Wimbledon
Foto: AFP

A cientista líder do desenvolvimento da vacina contra Covid-19 da Universidade de Oxford, Sarah Gilbert, foi ovacionada durante a abertura do torneio de tênis Wimbledon 2021, na Inglaterra, nesta segunda-feira (28).

O torneio homenageou profissionais da linha de frente do enfrentamento à Covid-19 e trabalhadores do NHS, sistema público de saúde da Inglaterra. 

Quando o narrador anunciou o nome de Sarah Gillbert e de Andrew Pollard, responsáveis pelo estudo do imunizante, a plateia se levantou e aplaudiu a dupla por mais de dois minutos e meio. Os dois assistiram ao jogo no camarote real, pois receberam os títulos de Dama e Sir da realeza. 

A vacina de Oxford, produzida em parceria com a AstraZeneca, é aplicada no Brasil desde janeiro, e tem registro definitivo concedido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Também houve homenagem ao Sir Tom Moore, veterano da Segunda Guerra Munidial que realizou uma campanha de arrecadação para o NHS no início da pandemia. Ele morreu em fevereiro, vítima da Covid-19.

A partida entre Novak Djokovic e Jack Draper foi assistida por cerca de 7,5 mil pessoas. O evento aceitou a entrada de pessoas vacinadas ou com teste negativo para Covid-19. 

Realizar torneios com público só é possível devido à avançada campanha de imunização da Inglaterra. O país utiliza a vacina de Oxford/AstraZeneca e outros imunizantes. 

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo